São João de Aroeras dia 23

PSOL: Edilson Silva define quem será seu candidato a vice-prefeito do Recife

Depois do deputado federal Daniel Coelho (PSDB), que definiu o empresário Sérgio Bivar (PSL) com seu companheiro de chapa nas eleições de outubro, foi a vez do deputado estadual Edilson Silva (PSOL) escolher o seu pré-candidato a vice-prefeito. A opção do parlamentar foi pela professora Luciana Cavalcanti, que é dirigente estadual da legenda.
Edilson Silva, do PSOL, definiu candidato a vice-prefeito e concorrerá com uma chapa "puro sangue"
Sérgio Bernardo/JC Imagem
Franco Benites

"Ela é do Recife, moradora da Várzea (Zona Oeste da cidade), foi do PT e é uma militante histórica do partido. É ligada à Juventude Católica. É uma mulher, parda, jovem. Tem uma simbologia muito forte. Está dentro dos atributos que queríamos", destacou Edilson.

De acordo com o deputado estadual, não houve problemas na escolha de Luciana Cavalcanti como sua companheira de chapa. "O nome foi aprovado por unanimidade", contou. 

A reportagem do JC tentou contato com Luciana, mas ela não atendeu às ligações.
VICES - Fora o prefeito Geraldo Julio (PSB), candidato à reeleição, que tem oferta de vices em excesso, os demais pré-candidatos a prefeito estão com dificuldades para definir com quem caminharão nas eleições municipais de outubro.

Os futuros postulantes a prefeito do Recife estão com o discurso alinhado e afirmam que não têm pressa para escolher seus vices. Na prática, no entanto, todos correm contra o tempo. 

“A gente conversou com algumas pessoas e tem alguns cenários. Queremos uma pessoa que tenha compromisso com o que a gente vai defender”, disse o deputado estadual Silvio Costa Filho (PRB).

Há a expectativa que Silvio Costa Filho desista de sua candidatura e se torne o vice na chapa do ex-prefeito João Paulo (PT). Nesta quarta-feira, ele terá uma conversa com o ex-presidente Lula (PT) para tratar da estratégia nas eleições no Recife e pode dá uma palavra final sobre o destino político.

A deputada estadual Priscila Krause (DEM) afirma que não tem pressa. Para ela, a escolha deve ser resultado de uma aliança programática. Nos bastidores políticos, cogitou-se que os pré-candidatos Carlos Augusto Costa (PV) e Sérgio Magalhães (PMN) poderiam abrir mão de seus projetos para ser o vice da democrata. Ela nega a informação.

A dificuldade do DEM para encontrar um candidato a vice não é de hoje. Em 2012, o hoje ministro da Educação, Mendonça Filho, concorreu à prefeitura do Recife tendo o desconhecido Guarines (PMN) como companheiro de chapa majoritária.

Carlos Augusto Costa garante que sua candidatura está consolidada e que tem costurado apoios para fortalecê-la. “Prefiro não citar com quem tenho conversado, mas posso dizer que há zero de chance de eu ser vice. Serei a surpresa boa da eleição”, pondera. A reportagem do tentou contato com o ex-vereador Sérgio Magalhães, mas não conseguiu.

Geraldo Julio tende a concorrer à reeleição com o vice Luciano Siqueira (PCdoB), mas há nomes do PMDB que têm interesse em ocupar esse espaço como os vereadores Jayme Asfora e Aline Mariano
Reacções:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

AO VIVO SÃO JOÃO DE AROERIAS