Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Últimas em Casinhas e região

Casinhas

Esportes

esportes

Saúde

Saúde

Educação

educação

Emprego

emprego

Pernambuco

VIDEOS

vídeos

Notícias em Fotos

fotos

Jovem de Bom Jardim é assassinado em Vertentes PE

Nenhum comentário
Do Blog Agreste Notícias

Um homem identificado como Luiz Fernando de Oliveira Moura, de 23 anos de idade, que morava na cidade de Bom Jardim-PE, foi encontrado morto apresentando perfurações causadas por disparos de arma de fogo, durante a manhã desta quarta-feira (08), no loteamento Nova Morada em Vertentes, Agreste Setentrional de Pernambuco.

A suspeita é que o crime de morte tenha sido praticado durante a noite de ontem (terça-feira). A vítima já tinha passagem pelo sistema penitenciário, mas o motivo é desconhecido por nossa reportagem.

A Polícia Militar fez o isolamento da área do homicídio enquanto a Polícia Civil juntamente com o IC – Instituto de Criminalista – realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o IML da cidade de Caruaru, Agreste Central do Estado.
O repórter Niedson Lopes – correspondente do Blog na cidade de Toritama, também no Agreste Setentrional – acompanhou ao vivo a ocor


Pagamento para pessoas inscritas no Cadastro Único começa na quinta

Nenhum comentário
Ministro da Cidadania diz que pagamento para pessoas inscritas no Cadastro Único começa na quinta

    Blog do Jamildo
Depois de uma demora de semanas, o Ministério da Cidadania, juntamente com a Caixa Econômica Federal, anunciou hoje o lançamento do aplicativo para a inscrição de trabalhadores informais e pessoas aptas a receber o auxílio emergencial de R$ 600, uma das medidas tomadas pelo Governo Federal para proteger economicamente a população durante a pandemia do novo coronavírus.

O aplicativo Caixa Auxílio Emergencial já está disponível. Basta baixá-lo no celular, via Apple ou Play Store.
O aplicativo é para o cadastramento de trabalhadores informais que não estão inscritos no Cadastro Único, microempreendedores individuais (MEI) e contribuintes individuais do INSS.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, falou sobre a preocupação do Governo Federal com aqueles que mais precisam e explicou que o benefício foi disponibilizado para garantir uma renda mínima aos brasileiros em situação mais vulnerável durante a pandemia do novo coronavírus.

No dia 9 de abril, começa o pagamento para as pessoas inscritas no Cadastro Único que têm conta poupança na Caixa Econômica Federal ou conta corrente no Banco do Brasil e que não recebem o Bolsa Família.

No dia 14 de abril, tem início o pagamento às pessoas inscritas no Cadastro Único que não recebem o Bolsa Família e que não têm conta poupança na Caixa Econômica ou conta corrente no Banco do Brasil. Para essas pessoas, serão abertas contas digitais na Caixa gratuitamente.

Também em 14 de abril, começa o pagamento dos microempreendedores individuais, dos que contribuem individualmente para o INSS e dos demais trabalhadores informais que fizeram o cadastro pelo aplicativo do auxílio emergencial criado pela Caixa.

Já os beneficiários do programa Bolsa Família que recebem menos que o auxílio emergencial passam a receber automaticamente os R$ 600 reais. Eles não necessitam entrar no aplicativo ou site nem fazer nenhum tipo de cadastro. O pagamento será feito conforme o cronograma do Bolsa Família, a partir de 16 de abril.

O Governo Federal planeja pagar as três parcelas do benefício em aproximadamente 45 dias, com duas parcelas de R$ 600 reais em abril e a terceira parcela em maio. A exceção fica por conta dos beneficiários do Bolsa Família, que seguem o calendário normal do programa.

O ministro Onyx Lorenzoni explica que o prazo previsto em lei para o pagamento é de 90 dias, mas o Governo entende a importância de antecipar esse processo.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, estima que a iniciativa vai possibilitar a inclusão de cerca de 30 milhões de pessoas no sistema financeiro nacional.
Para receber o auxílio emergencial de R$ 600 reais, é necessário cumprir os seguintes critérios:

– Ser maior de 18 anos

– A família ter uma renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo, que corresponde a R$ 522 reais e 50 centavos; ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos, que totaliza R$ 3 mil 135 reais

– Não ter tido rendimentos tributáveis, em 2018, acima de R$ 28 mil 559 reais e 70 centavos.

O Governo Federal também faz um alerta contra as fake news.

Sites falsos foram criados e mensagens são disseminadas pelo WhatsApp para tentar obter dados dos beneficiários. Informações verídicas somente nos canais oficiais do Governo Federal e da Caixa Econômica Federal. Para mais informações, ligue para o 111 ou entre no site www.cidadania.gov.br.

Governo autoriza novos saques de contas ativas e inativas do FGTS

Nenhum comentário
O governo publicou uma medida provisória (MP), no fim da noite desta terça-feira (7), que libera o saque de R$ 1.045 de contas ativas e inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) a partir de 15 de junho. A MP também acaba com o Fundo PIS-Pasep.

Assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a medida precisa de aprovação do Congresso Nacional. Por causa da crise provocada pelo novo coronavírus, o Congresso editou um ato para que o prazo de aprovação seja de 16 dias, e não de 180 dias, como ocorre normalmente.
Os novos saques deverão ser feitos até 31 de dezembro. O valor de R$ 1.045 equivale a um salário mínimo por trabalhador. Ou seja, mesmo quem tem mais de uma conta no FGTS terá um limite total de R$ 1.045 para sacar.

A responsabilidade do calendário e critérios de pagamento fica a cargo da Caixa Econômica Federal.

Para quem tem mais de uma conta do FGTS, a ordem dos saques deverá ser a seguinte: primeiro, contas vinculadas relativas a contratos de trabalho extintos, com início pela conta que tiver o menor saldo; depois, as demais contas vinculadas, com início pela conta que tiver o menor saldo.

“Será permitido o crédito automático para conta de depósitos de poupança de titularidade do trabalhador previamente aberta em instituição financeira, desde que o trabalhador não se manifeste negativamente, ou o crédito em conta bancária de qualquer instituição financeira, indicada pelo trabalhador, desde que seja de sua titularidade”, diz trecho da Medida Provisória.

PIS-Pasep
A MP ainda extingue o Fundo PIS-Pasep, que hoje não recebe mais recursos. Mesmo com a decisão, o patrimônio acumulado nas contas individuais fica preservado. O governo estima que há R$ 21,5 bilhões que não foram resgatados pela população após sucessivas campanhas relacionadas ao fundo.

A medida provisória transfere o montante para dar mais liquidez ao FGTS, que vem sendo usado nos últimos anos para injetar dinheiro na economia e estimular o consumo e a quitação de dívidas das famílias.



TENTATIVA DEFRAUDE: "Fraudadores, atenção, vocês vão acabar na cadeia" alertou ministro sobre possível tentativa de golpe

Nenhum comentário
"Fraudadores, atenção, vocês vão acabar na cadeia" alertou ministro sobre possível tentativa de golpe
Onyx informou que vários sites falsos já foram derrubados

Agência Brasil Estadão Conteúdo

Fraudes no pagamento do auxílio extra de R$ 600 por conta da crise do novo coronavírus estão sendo investigadas pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), informou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. Em coletiva no Palácio do Planalto nesta terça-feira, 7, o ministro disse que vários sites falsos já foram derrubados. "Esses recursos são para as pessoas; não é para fraudador", afirmou.
Durante a coletiva, Onyx reforçou ainda o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro ao destacar que é preciso ter um equilíbrio entre as medidas de saúde e a atividade econômica durante a pandemia.

O auxílio de R$ 600 é uma forma do governo garantir renda por três meses para trabalhadores informais, intermitentes e microempreendedores afetados pela crise.

O presidente do Dataprev, Gustavo Canuto, destacou um outro desafio do governo para o pagamento do recurso, que é a identificação de quem tem o direito ao auxílio nas bases do governo. "Você não deve autorizar o pagamento do auxílio a famílias que recebem outro auxílio do governo federal, fora o Bolsa Família. Para verificar essa informação precisamos varrer todas as bases do governo", disse.

Ele comentou que o último processamento da base demorou cerca de 14 horas. "Um pagamento errado vai resultar em uma falta de credibilidade de todo o programa", declarou.

Segundo ele, mais importante do que pagar é pagar de maneira correta.

Baixe o aplicativo
iOS: https://apple.co/2xb9D9B 

Android: https://bit.ly/2x2r9Nw

Aplicativo gratuito
O aplicativo pode ser baixado gratuitamente. De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, houve um acordo com empresas de telefonia para que mesmo as pessoas sem crédito no celular pré-pago possam baixar a ferramenta sem custo. A Caixa disponibilizou ainda a central 111 para tirar dúvidas sobre como fazer o cadastramento.

“O aplicativo é só para quem é MEI, que é contribuinte individual do INSS ou informal. Quem está no Bolsa Família ou outros programas do governo federal não precisa fazer o cadastro”, ressaltou Onyx, em entrevista coletiva, nesta manhã, no Palácio do Planalto.

No caso dos beneficiários do Bolsa Família, o pagamento seguirá o calendário normal do programa. De acordo com o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, o CadÚnico tem 75 milhões de pessoas inscritas. Desses, 43,6 milhões são beneficiários do Bolsa Família.

Ao excluir os beneficiários do Bolsa Família, ficam 31,4 milhões de pessoas. “Desse universo de 31,4 milhões de pessoas, foram identificadas mais de 10 milhões que estão elegíveis para receber o auxílio emergencial. Hoje estamos na fase final de análise desse dados para garantir que todos os quesitos foram atendidos e nenhum pagamento será efeito para quem não estiver estritamente coberto pela lei”, disse Canuto.

Conta digital
O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, anunciou que criará 30 milhões de contas digitais para beneficiários sem conta em banco. Os beneficiários poderão movimentar a conta e fazer transferências gratuitamente, mas inicialmente não será possível sacar o dinheiro. Ainda será divulgado um cronograma para a realização de saques. Segundo Guimarães, haveria um “colapso” se fosse liberado o saque para todos ao mesmo tempo.

Guimarães informou ainda que fará transferência gratuita para contas em bancos privados e públicos estaduais nos casos de beneficiários que já têm conta.

Os recursos que forem transferidos para conta de beneficiários não poderão ser usados para pagar dívidas, como o cheque especial. Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, foi feito um acordo com os bancos para evitar que o auxílio seja usado para pagar automaticamente dívidas dos clientes.

“Mesmo se estiverem com débitos anteriores, esse dinheiro fica protegido. É um auxílio emergencial para sustentação das pessoas”, disse o ministro.

Segurança
“O presidente [Jair] Bolsonaro quer transparência, segurança e agilidade. É o que estamos nos empenhando para fazer. Na medida em que as coisas vão avançando no Brasil, nós vamos retomar o trabalho em poucos dias”, disse o ministro.

Ele destacou ainda que a lei aprovada no Congresso e sancionada pelo presidente determina a cobertura emergencial por três meses. Considerando o histórico das epidemias recentes, que dura de 12 a 14 semanas até a superação da doença, segundo o ministro, esse apoio de 90 dias deve ser suficiente. “Vamos acompanhando e vendo a necessidade de uma eventual suplementação”, disse.

Hoje, às 15h, a Caixa dará uma entrevista coletiva para explicar mais detalhes do pagamento do auxílio emergencial. Um decreto regulamentando essas operações também severá ser publicado hoje em edição extra do Diário Oficial da União.

Brasil tem 114 novas mortes por coronavírus nas últimas 24 horas; são 667 óbitos e 13.717 casos confirmados no total

Nenhum comentário
JORNAL DO COMÉRCIO

Nas últimas 24 horas o país também registrou 1.661 novos casos da doença
Novo coronavírus já fez milhares de vítimas ao redor do mundo 
Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (7), o Brasil tem 667 mortes pelo novo coronavírus, um aumento de 114 óbitos confirmados nas últimas 24 horas. Até a última segunda (6), eram 553 mortes.
Estados26/2 — 7/4MortesLetalidadeColumn 1
Acre
050
12,0%
Amazonas
0636
233,6%
Amapá
048
24,2%
Pará
0138
53,6%
Rondônia
018
15,6%
Roraima
042
12,4%
Tocantins
019
00,0%
Total - Norte
0951
333,5%
Alagoas
032
26,3%
Bahia
0456
122,6%
Ceará
01,1k
312,9%
Maranhão
0172
42,3%
Paraíba
036
411,1%
Pernambuco
0352
349,7%
Piauí
028
414,3%
Rio Grande do Norte
0254
83,1%
Sergipe
036
411,1%
Total - Nordeste
02,4k
1034,3%
Espírito Santo
0209
62,9%
Minas Gerais
0559
112,0%
Rio de Janeiro
01,7k
895,3%
São Paulo
15,7k
3716,5%
Total - Sudeste
18,1k
4775,9%
Distrito Federal
0492
122,4%
Goiás
0133
53,8%
Mato Grosso do Sul
080
22,5%
Matro Grosso
078
11,3%
Total - Centro-Oeste
0783
202,6%
Paraná
0503
153,0%
Santa Catarina
0417
112,6%
Rio Grande do Sul
0508
81,6%
Total - Sul
01,4k
342,4%
Brasil
113,7k
6674,9%
© Todos os Direitos Reservados