Responsive Ad Slot

 


Últimas Notícias

latest

Composição da Frente Popular alinhada com projeto nacional

11.5.22

/ por casinhas agreste

Nas costuras da Frente Popular, o governador Paulo Câmara (PSB) defendeu a importância de reforçar a posição nacional do PSB e o alinhamento das suas alianças com esse projeto. “A gente vai trabalhar dentro da nossa condição. A gente tem alianças. A gente tem nossos candidatos, nossa posição nacional e a nossa frente vai estar composta por quem queira fazer nossa defesa e esteja, claramente, conectado com isso, com nosso projeto nacional”, afirmou. Nas costuras de alianças do PSB, o alinhamento nacional com o PT vem ganhando força nas negociações. Ainda não há previsão do anúncio da chapa completa governista, mas o nome da deputada estadual Teresa Leitão (PT) é dado como certo nos bastidores. Resta apenas a escolha do vice para fazer o anúncio da chapa do pré-candidato Danilo Cabral (PSB). A indicação de Teresa tem a chancela da direção nacional do PT, explicitando o elo entre Cabral e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Essa aliança, contudo, influencia diretamente as negociações com os partidos aliados. Com a ampliação do espaço do PT na Frente Popular, seguem as articulações para evitar baixas de aliados na coligação governista. Para isso, o governador Paulo Câmara (PSB) mantém as conversas com dirigentes de partidos que ameaçaram uma dissidência, após o lançamento da pré-candidatura ao Senado do deputado federal André de Paula (PSD). Nos últimos dias, o gestor socialista foi à mesa com o presidente estadual do PSD e deverá ter novas reuniões com os dirigentes do PP, Eduardo da Fonte, e do Avante, Sebastião Oliveira, que manifestaram apoio à pré-candidatura do pessedista. As costuras, contudo, devem estar alinhadas ao projeto nacional da eleição do ex-presidente Lula e do fortalecimento da aliança entre PT e PSB, o que acaba passando, inevitavelmente, pela costura do nome de Teresa no Senado.


Sem esconder a ansiedade

O governador Paulo Câmara (PSB) anunciou, ontem, o repasse de R$ 222,5 milhões às redes municipais de saúde das cidades de Pernambuco, durante reunião com a diretoria da Amupe. Os gestores, contudo, não esconderam a ansiedade em receber o investimento e fizeram apelo para liberação do cronograma de liberação da verba, logo após o anúncio do chefe do Executivo.

Próximos passos > Os valores dos repasses já foram levantados e serão divulgados até a próxima sexta-feira. Os municípios terão 10 dias para aderir à proposta.

Convite > Lideranças do PT, em reserva, afirmam que a pré-candidata ao Governo Marília Arraes (Solidariedade) não teria recebido convite oficial da sigla petista para participar do ato de lançamento da pré-candidatura de Lula (PT), no último sábado. A parlamentar, contudo, foi convidada pela sua legenda, que está no palanque nacional do petista. A deputada não compareceu ao evento por razões pessoais de doença na família.

Fonte: Blog da Folha 

Nenhum comentário

Postar um comentário

DIVULGAÇÃO

 


Veja também
© Todos os Direitos Reservados