Responsive Ad Slot

 


Últimas Notícias

latest

Em Orobó, Professora faz relato de coragem e pede o cumprimento do Piso salarial durante reunião na Câmara

25.3.22

/ por casinhas agreste

"Vestida de coragem, guiada pelo Espirito Santo, levei ao Plenário da Câmara de Orobó, as dores da Educação e pedi audiência pública", 
 
Do Blog com Deus e a Verdade

Depoimento da Professora Madalena França

"Estivemos reunidos  na Sessão da Câmara, um grupo representativo da Classe dos professores, para juntos aos vereadores, solicitar que não votem um reajuste, abaixo de 33,24%, concedido pelo MEC e Governo Federal- menor salário possível a ser pago a um professor brasileiro em inicio de carreira.
Fazendo justiça ,agradecemos a presidente da Casa, que nos deu oportunidade de expor nossas reivindicações. Antes da Plenária tivemos uma conversa informal, onde ela confirmou, que estiveram reunidos com o prefeito, contador, secretário  e, como já havia noticiado neste blog, a proposta inicial de reajuste era realmente 10%. Segundo D. Lia, os vereadores acharam muito pouco e perguntaram se não poderia chegar a pelo menos 20%? E que no final o máximo que a prefeitura disse a eles que poderia reajustar, seria em 15%.

Seguiu então a minha fala: Expliquei que não compete a nenhum vereador, nem prefeito estipular percentual de reajuste de professor. O PISO SALARIAL é Lei Nacional, somente o MEC (Misistério da Educação) pode estipular percentual do Piso, pois eles fazem as contas baseados na matrícula de alunos do ano anterior e o valor aluno ano é reajustado de acordo com as perdas inflacionárias. Que esse ano o aumento foi um pouco maior, visto que devido a Pandemia, o governo Federal, não reajustou e foi incluído  o aumento de 2021 em 2022, para corrigir a defasagem salarial.

Expliquei que Orobó não segue as faixas salariais do Plano de Carreira e poucos professores tem quinquênios e Pó de Giz , que já foram congelados em 2016.

Que nós professores não queremos planilhas prontas. A gente quer que a secretária de Educação , forneça a Folha Nominal de cada professor , escola onde trabalha, quantas aulas tem  e quanto ganha, se tem direito a quanto ganha e se deveria estar incluso na folha da Educação?! Resumindo. Queremos uma auditoria bem feita, com a presença de todos os poderes, inclusive o MP, na intensão de enxugar a folha de pagamento, eliminar as possíveis gratificações extraordinárias, as possíveis pessoas que se encontram recebendo pelo FUNDEB sem dele ter direito. Depois que tudo isso for feito, se ainda assim, comparar a Receita do FUNDO e não der para pagar, formalizar um Documento construído e assinado em consenso com os professores, requerendo da União a Complementação que faltar: É quando vamos dizer: Alô seu presidente; O senhor deu o aumento de 33,24% mas não mandou o dinheiro suficiente. Mas para dizer isso;  é preciso provar que ele realmente não mandou. Como se prova?  Mostrando nome a nome de quem tem direito ao FUNDEB, onde trabalha e quanto ganha. Eu particularmente não acredito que Bolsonaro, mandou o Piso para Toritama, Petrolina, Buenos Aires, Feira Nova, Machados, Natuba, Gado Bravo, Umbuzeiro, e para o país inteiro e não mandou para Orobó. Mas caso fique provado que isso aconteceu, ai nós professores aceitaremos um reajuste menor, enquanto esperamos a complementação da União chegar; porém, constado em ata e assinado, que na hora que o dinheiro chegar seja repassado. Nós não queremos nada além do que é nosso direito de forma transparente!

Sobre os vereadores: Agradecemos a Júnior de Ubiraci, por ter colocado a indicação, solicitando o reajuste do Piso do Professor de forma correta e adequada a Lei, federal 11.738 que reajustou em 33,24%, aos vereadores David Filho, Lúcio Donato, e Amilton que  nos trataram com carinho e em suas falas concluíram dizendo contem comigo! É a Mesma Coisa de dizer eu voto sim ao piso do Professor. Aos demais, constatei algumas falas inseguras. Paulo Brito, disse que merendeiras e pessoal da limpeza está dentro dos 70% para pagamento do professor. Equívoco. Não! Esses pessoal se enquadra nos outros 30%. Eduardo do Cimento disse ter vontade de votar o piso Correto. Não vale só a vontade vereador, seu papel é votar o que está na Lei. A vontade só não basta.  Dona Lia disse que é pesado para eles, e eu entendo, não é fácil decidir entre cumprir a lei  justa e perder suas regalias. Ser situação por vezes também tem o ônus , não é só o bônus . Os demais eu dispenso até comentários. Me entristece ver um Jurista, estando vereador, conhecendo a lei,  ter que se opor a ela, subordinando-se ao poder Executivo.
Ai, Ai... teve quem quis humilhar e foi humilhado!

Nós não negociamos nosso Direito aos 33,24 % . Lei se cumpre! Os caminhos a serem tomados foram expostos. Se provar que faltou dinheiro dentro da legalidade , recorremos ao presidente do Brasil!

Para falar das Flores: foi pedido dotação Orçamentária para incluir mais de dois Milhões que chegou do Governo Federal para investir na Educação de Orobó em um projeto de robótica. Isso, é fora a verba do FUNDEB: Dinheiro é bom demais! Mas tem coisa que parece piada! O aluno de Orobó, chegará a robótica antes de ter  chegado a um celular para fazer as atividades on- laine.  Muitas famílias, não tem nenhum e outras tem um , para dividir para três ou quatro da mesma família. Isso é Brasil meu povo!

Agradeço a parceria daqueles poucos que vestiram-se de coragem para lutar por todos!








Nenhum comentário

Postar um comentário

DIVULGAÇÃO

 


Veja também
© Todos os Direitos Reservados