Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

RECIFE PE: Artista de rua é morto a facadas dentro de metrô em movimento

21.9.21

/ por casinhas agreste

Crime ocorreu entre as estações Imbiribeira e Antônio Falcão, na Zona Sul do Recife. Testemunhas contaram que vítima e suspeito, que era ambulante, trabalhavam nos trens.
G1 PE e TV Globo

Um homem foi morto a facadas dentro de um metrô em movimento, na Zona Sul do Recife. O homicídio ocorreu nesta terça-feira (21), por volta das 12h, entre as estações Imbiribeira e Antônio Falcão. Testemunhas relataram à polícia que o assassinato aconteceu após uma briga por causa de um celular. Vítima, que era artista de rua, e criminoso, um ambulante, trabalhavam dentro dos trens.

Imagens enviadas ao WhatsApp da Globo mostram os passageiros correndo assustados após homicídio (veja vídeo acima). O crime ocorreu na Linha Sul do metrô. A vítima foi identificada como Bruno Henrique, de 22 anos, conhecido por fazer danças com amigos dentro do metrô para ganhar dinheiro.

A discussão teria começado na Estação Imbiribeira, mas o crime ocorreu com o vagão em movimento, no caminho para a Estação Antônio Falcão, onde o maquinista parou para que os passageiros descessem.

As imagens enviadas ao WhatsApp da Globo mostram os passageiros aglomerados em uma das pontas do vagão, correndo assustados após o crime. É possível ouvir vários gritos e o choro de algumas pessoas que estavam no trem.

A pessoa que matou a vítima, que ainda não foi identificada pela polícia, conseguiu fugir do local após acionar o freio de emergência do trem. Alguns passageiros passaram mal e foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).


A área do crime foi isolada por uma equipe da Polícia Militar e uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, foi até o local para iniciar as investigações.

De acordo com o delegado Victor Leite, o crime teria ocorrido devido a uma discussão por causa de um celular, na segunda-feira (20).

“A gente sabe que ele fazia parte de um grupo de dança. Estamos apurando com quem a vítima discutiu. Provavelmente, o homicídio de hoje foi em decorrência dessa discussão com esse autor. Estamos correndo atrás para saber a qualificação dessa pessoa”, afirmou.

Um homem, que seria amigo da vítima, foi levado para uma delegacia como testemunha do crime. Peritos do Instituto de Criminalística estiveram no local para juntar mais informações sobre o caso.

O inspetor da Polícia Ferroviária Federal Genvis Salves afirmou que não há câmeras de segurança no trem, que é antigo. Há, somente, câmeras nas estações, mas o criminoso desceu do vagão no meio do trajeto.

“Eu soube que o suspeito acionou o freio de emergência entre as estações Imbiribeira e Antônio Falcão, pulou e se evadiu do local. O que eu soube foi que o elemento que desferiu os golpes de faca chegou repentinamente e começou a esfaquear ele. A única testemunha que temos é um suposto colega da vítima”, afirmou.


De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), depois do crime, a Linha Sul passou a operar temporariamente em via singela nas imediações dessas duas estações. Quando isso ocorre, somente uma via é utilizada pelos trens nos dois sentidos.

Além disso, a empresa informou que Estação Antônio Falcão só está aberta para desembarque de passageiros.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados