Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Eduardo da Fonte reforça laços com o PSB

20.4.21

/ por casinhas agreste

Coluna da Folha desta terça-feira
Durante entrevista ao programa Folha Política desta segunda-feira na Rádio Folha, o presidente estadual do PP, deputado federal Eduardo da Fonte, fez um balanço sobre diversos temas atuais, bem como avaliou o cenário de 2022 no estado, em especial sobre a preparação do seu partido para a disputa.


 
Questionado sobre a regra eleitoral do próximo ano, ele afirmou acreditar que o sistema adotado nas eleições municipais será mantido, o que obrigará os partidos a montarem suas chapas proporcionais. Especificamente sobre o PP, Eduardo da Fonte disse ter a expectativa para que a sigla eleja quinze deputados estaduais e cinco deputados federais, ampliando suas bancadas em relação ao tamanho atual. Para isso, ele disse estar preparando o PP para o pleito.

No tocante ao cenário eleitoral do estado para governador, o progressista disse que o condutor natural do processo é o governador Paulo Câmara que recebeu elogios pela sua postura no combate à Covid-19, quando sublinhou que a prioridade dos pernambucanos deve ser vencer a pandemia.

As falas do dirigente partidário e parlamentar da bancada federal, que também elogiou a gestão de João Campos no Recife, enaltecendo as ações do prefeito contra a pandemia, em especial a vacinação que tem sido referência para o Brasil inteiro, serviram para reforçar os laços entre socialistas e progressistas, e evidenciaram que os dois partidos estarão juntos em mais um processo eleitoral no próximo ano.

Encontro – Os deputados Fernando Filho, Antonio Coelho e Priscila Krause estiveram reunidos com o presidente estadual do Democratas, Mendonça Filho, para tratar da ampliação das bancadas do partido na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa de Pernambuco nas eleições de 2022. O partido tem três deputados estaduais e apenas um deputado federal em Pernambuco.

Autoridades – A CPI da Pandemia no Senado Federal deverá ouvir diversas autoridades que ocuparam postos estratégicos no governo federal. Além do atual ministro Marcelo Queiroga, a CPI pretende ouvir os ex-ministros da Saúde Eduardo Pazuello, Nelson Teich e Luiz Henrique Mandetta. O ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, o ex-chefe da secretaria de Comunicação Fabio Wajngarten e o atual ministro da Economia, Paulo Guedes, também serão ouvidos.

Vacinas – Além das autoridades, a CPI pretende ouvir representantes dos laboratórios da Pfizer, Fiocruz, Butantan, AstraZeneca, Sputnik V e Janssen para saber como foram as negociações destes laboratórios com o governo federal para a aquisição de vacinas, e consequentemente descobrir se houve alguma irregularidade por parte do governo federal.

Suspensão – A Câmara dos Deputados derrubou o veto para a suspensão do Profut. Com isso, clubes como Náutico, Santa Cruz e Sport terão as parcelas suspensas, voltando a pagar somente após a pandemia. A medida irá garantir um alívio financeiro aos clubes brasileiros. O deputado federal Augusto Coutinho (Solidariedade) comemorou a medida.

Inocente quer saber – Qual prefeito das cidades acima de 100 mil habitantes realiza a melhor gestão em Pernambuco?

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados