Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Vigilante reage a assalto e mata suspeito no Centro do Recife

08/01/2020

/ por casinhas agreste
Caso aconteceu na madrugada desta terça-feira (7), no Sindaçucar

Vigilante reage a assalto e mata suspeito no Centro do Recife
Sede do Sindaçucar, no Bairro do Recife - Foto: Reprodução/TV Jornal


Um vigilante reagiu a uma tentativa de assalto no Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco (Sindaçucar), que fica no Cais da Alfândega, no Bairro do Recife. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A ocorrência policial foi registrada às 3 horas da manhã desta terça-feira (7).

De acordo com a polícia, um homem ainda não identificado invadiu o sindicato e os indícios apontam que ele conseguiu entrar pelo telhado. Esse suspeito estava armado com uma faca e foi flagrado pelo vigilante já na parte de dentro do sindicato. O homem chegou a render o vigilante, colocando uma faca no pescoço dele, e pediu que esse vigilante entregasse a aliança e o celular.

Porém, em um momento de deslize do assaltante, o vigilante conseguiu iniciar uma luta corporal e sacou a arma, uma pistola calibre 38, e disparou duas vezes. Contra esse homem, um tiro atingiu o pulso e o outro atingiu o abdômen do assaltante.

A polícia informou que o vigilante chegou a acionar o Samulogo em seguida, mas o homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Uma perícia foi realizada pelo Instituto de Criminalística, que encontrou um cachimbo no local do crime.

Segundo o perito, seria um tipo de cachimbo que se usa para fumar crack. O vigilante, que tem 40 anos, foi levado para UPA dos Torrões depois de algumas escoriações durante a luta corporal contra o assaltante e, em seguida, ele foi trazido para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, no bairro do Cordeiro, onde prestou depoimento e já foi liberado.

Câmeras de segurança que existem nas imediações de onde aconteceu o crime devem ajudar a polícia a elucidar o caso caso, mas o delegado Paulo Dias que está à frente das investigações, adiantou à imprensa que o entendimento da polícia de acordo com essas circunstâncias do crime com tudo que já foi apurado o vigilante agiu em legítima defesa.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados