Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

‘Vai depender do PT’, diz Paulo Câmara sobre aliança


Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Blog do Jamildo
    
A dez dias da convenção do PSB, o governador Paulo Câmara, vice-presidente nacional do partido, deixou, nesta quarta-feira (25), para o PT a decisão sobre a possibilidade de aliança entre as duas legendas. “Vai depender do PT. Nós já deixamos muito claro que nós (no Estado) vamos apoiar a candidatura do presidente Lula e independe a questão de Pernambuco agora com a questão nacional”, afirmou.

O PT exigia uma aliança formal nacionalmente, apoiando a pré-candidatura de Lula com tempo de televisão.

LEIA TAMBÉM
» PSB adia mais uma vez definição do partido na disputa presidencial

Ainda com o partido indefinido entre o apoio a Lula ou Ciro Gomes (PDT), ou ainda deixar os estados livres, a reunião do diretório nacional que aconteceria na próxima segunda-feira (30) foi adiada e não tem data para a acontecer. O adiamento foi definido em reunião da cúpula do partido nessa terça-feira (24), em Brasília, com a presença de Paulo Câmara. A decisão do PSB pode ficar ainda para a convenção, no dia 5. 

Questionado sobre a formação da chapa, Paulo Câmara disse que espera concluir a articulação até a próxima semana. “Evidente tem que trabalhar hoje com o que tem de certo. O que tem hoje é uma aliança com vários partidos e o PT ainda não é uma certeza, pelo contrário é um conjunto de indefinições”, pressionou.

Caso o acordo com os petistas seja consolidada, uma das vagas ao Senado é prevista para Humberto Costa disputar reeleição. A outra é dada como certa para o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB), homenageado nesta quarta-feira (25), no Recife, evento onde Paulo Câmara concedeu a entrevista. PP, PDT e PCdoB também reivindicam espaço na majoritária.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados