Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Paraíba: Bandidos explodem caixas eletrônicos do Bradesco nas cidades de Puxinanã e São João do Carirí


  (Posto do Bradesco em Puxinanã)  (Posto do Bradesco em S. J. do Cariri)

Dose dupla

Foi assim que os ladrões agiram na madrugada desta quinta-feira (14/12) nos postos de atendimento do Bradesco em São João do Cariri e em Puxinanã, na região de Campina Grande.

Eles explodiram os terminais eletrônicos e fugiram com o dinheiro.
Em São João do Cariri a ação ocorreu por volta de 01h30, na Rua Tertuliano de Brito, no Centro.
Informações obtidas pelo 11ºBPM são de que quatro bandidos chegaram numa Hilux de cor prata e após o crime espalharam grampos nas saídas da cidade para dificultar a investida da PM que ainda efetuou disparos, mas justamente por causa dos grampos as guarnições tiveram dificuldades de prosseguir com a perseguição.
Os ladrões fugiram para Campina Grande ou Cabaceiras.
O caixa foi instalado recentemente.

Já em Puxinanã o furto ocorreu por volta das 03h00 e, segundo o 15ºBPM, foi praticado por ladrões em um veículo Prisma de cor cinza.
O Posto Avançado tinha sido reaberto na última segunda-feira (11) após passar dois anos desativado.
Foram ouvidas quatro explosões e é possível que um dos bandidos tenha se ferido, pois foram encontradas manchas de sangue na calçada ao lado do prédio.
O veículo utilizado pode ter sido roubado às 21h20 desta quarta (13) na Rua Olga de Azevedo, no Bairro Nova Brasília, em Campina Grande.

Do Blog Renato Diniz

Paraíba registra seis ataques a cofres e caixas de bancos em menos de três dias
Casos ocorreram entre terça-feira (12) e quinta-feira (14); um dos locais havia retomado o serviço há 2 dias.
Por G1 PB


 Caixa eletrônico foi explodido em Puxinanã três dias após voltar a funcionar (Foto: Felipe Valentim/TV Paraíba) Caixa eletrônico foi explodido em Puxinanã três dias após voltar a funcionar (Foto: Felipe Valentim/TV Paraíba)




Em menos de três dias, seis ataques foram registrados na Paraíba, entre a última terça-feira (12) e esta quinta-feira (14), contra cofres e caixas eletrônicos. Os casos ocorreram nas cidades de São Miguel de Taipu, Mataraca, Puxinanã, São João do Cariri e até na capital João Pessoa. Em um dos casos, o caixa eletrônico havia retomado o serviço há três dias, depois de já ter sofrido explosão. Em nenhum dos casos houve prisões.

Na terça-feira (12), o primeiro ataque ocorreu em João Pessoa em uma agência no bairro do Bessa. Cinco homens invadiram o banco e violaram um dos caixas eletrônicos usando um maçarico. Segundo a Polícia Militar, três assaltantes trabalharam na violação do caixa enquanto outros dois ficaram do lado de fora vigiando a ação. Os suspeitos levaram dinheiro do local, mas o valor não foi informado.

Banco no Bessa foi atacado por assaltantes que usaram maçarico nesta terça-feira (12) (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco) Banco no Bessa foi atacado por assaltantes que usaram maçarico nesta terça-feira (12) (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)
Banco no Bessa foi atacado por assaltantes que usaram maçarico nesta terça-feira (12) (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)
Ainda na terça-feira, já na cidade de São Miguel do Taipu, homens armados explodiram uma agência bancária usada para pagamento de servidores do governo estadual. Não foi informado pela polícia se os suspeitos conseguiram levar algum dinheiro. A agência ficou danificada.

Os ataques registrados na quarta-feira (13) foram registrados na cidade Mataraca onde uma quadrilha atacou uma agência dos Correios e ainda um banco. No momento em que o grupo tentava recolher o dinheiro do banco, uma equipe da Polícia Militar chegou ao local e iniciou um confronto com os suspeitos. A quadrilha fugiu após o confronto pela BR-101.

Os casos mais recentes ocorreram na madrugada desta quinta-feira (14). O primeiro foi por volta de 1h30 (horário local), na cidade de São João do Cariri. Segundo a Polícia Militar, cerca de seis homens que estavam em uma caminhoneta explodiram o único caixa de um banco privado. Nessa ocorrência, depois da explosão os suspeitos foram surpreendidos pela chegada da Polícia Militar. Houve confronto, mas a viatura acabou ficando com o pneu furado na perseguição.

Explosão em Puxinanã comprometeu estrutura da casa de vizinha (Foto: Felipe Vatentim/TV Paraíba) Explosão em Puxinanã comprometeu estrutura da casa de vizinha (Foto: Felipe Vatentim/TV Paraíba)
Explosão em Puxinanã comprometeu estrutura da casa de vizinha (Foto: Felipe Vatentim/TV Paraíba)
Já na cidade de Puxinanã, um grupo fortemente armado explodiu um caixa eletrônico de um correspondente bancário. A explosão foi tão forte que chegou a danificar parte da parede da casa de uma moradora vizinha. A explosão ao caixa em Puxinanã ocorreu três dias após o serviço voltar a funcionar. Havia dois anos que a cidade estava sem o caixa eletrônico depois de uma explosão.


De acordo com o Sindicato dos Bancários da Paraíba, este ano já ocorreram 72 casos de violência contra estabelecimentos bancários no estado. Entre os casos, são 52 explosões, dois assaltos, 13 arrombamentos e cinco tentativas.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados