Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Paulo Câmara apresenta projeto para Triplicação de trecho da BR-232. Obra está orçada em R$ 93 milhões e deve começar em janeiro

30.10.21

/ por casinhas agreste

Edital da licitação para contratar a empresa que vai fazer a reforma da rodovia foi publicado nesta sexta (29), segundo o governo de Pernambuco.
G1 PE
Governo abre licitação para triplicar trecho da BR-232


Um projeto de triplicação da BR-232 promete melhorar o trânsito na entrada e saída no Recife. O governo de Pernambuco publicou, nesta sexta (29), o edital da licitação para contratar a empresa que vai fazer a reforma, prevista para começar em janeiro de 2022 (veja vídeo acima).

Segundo o estado, essa obra, que está orçada em R$ 93 milhões, deve acabar com os congestionamentos na rodovia. A estrada é o caminho para o Agreste e o Sertão.

O projeto foi apresentado pela Secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco, em um evento no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo, no Recife. Após a ordem de serviço, as obras devem ser iniciadas, com conclusão prevista para um ano.

De acordo com o projeto, 6,8 quilômetros da BR-232 serão reformados. Esse trecho fica entre o fim da Avenida Abdias de Carvalho até pouco depois do acesso à BR-408. Cada lado da pista vai ganhar mais uma faixa.

São 6,8 quilômetros da BR-232 que serão reformados, entre o fim da Avenida Abdias de Carvalho até pouco depois do acesso à BR-408 — Foto: Reprodução/TV Globo
São 6,8 quilômetros da BR-232 que serão reformados, entre o fim da Avenida Abdias de Carvalho até pouco depois do acesso à BR-408 — Foto: Reprodução/TV Globo


A pista local será mantida onde for importante para o acesso a casas, estabelecimentos comerciais e indústrias.

O projeto prevê que a pista seja feita em placas de concreto. Também será feito um novo sistema de drenagem de água da chuva e serão construídos retornos e passarelas.

A BR-232 também deve ter espaço para pedestres e ciclovias, com o redimensionamento das paradas de ônibus existentes e a implantação de uma ciclovia na lateral da faixa decrescente. Também haverá um projeto de paisagismo, com canteiros largos e organizados.

Para minimizar os impactos no trânsito, as obras serão realizadas em etapas e sem interrupções totais, começando pela pista crescente sentido Recife/Caruaru.

Secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco, Fernandha Batista — Foto: Reprodução/TV Globo

A secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco, Fernandha Batista, salientou que o principal objetivo dessa obra é conseguir uma redução no tempo de viagem de 58%, ampliando a capacidade do fluxo de veículos neste trecho, desde a descida da Abdias de Carvalho até a entrada da BR-408.

"Foi feito um amplo estudo que indica que é um gargalo na logística da Região Metropolitana. A obra busca equacionar esse problema e trazer o fluxo contínuo que já existe antes de chegar a este ponto. Em geral a licitação está durando de dois a três meses, então a expectativa é que no mês de janeiro a gente tenha condições administrativas de realizar essas obras", disse.


Atualmente, 67 mil veículos circulam diariamente por esse trecho, o que corresponde a um volume de tráfego próximo à capacidade máxima da rodovia.

Com isso, o índice de fluidez está classificado com a letra E, em uma escala que vai de A a F. A expectativa, com a triplicação, é que ele passe para o B.

Lindoberto Correia passa pela rodovia todos os dias e disse que é sempre um transtorno — Foto: Reprodução/TV Globo
Lindoberto Correia passa pela rodovia todos os dias e disse que é sempre um transtorno — Foto: Reprodução/TV Globo

Morador do bairro de Santo Aleixo, em Jaboatão dos Guararapes o fisioterapeuta Lindoberto Correia passa pela rodovia todos os dias para atender pacientes em domicílio.

“É um transtorno todo dia. São aproximadamente 40 minutos de engarrafamento, de segunda a sexta-feira”, disse.

O empilhador Marcos José também reclamou do engarrafamento e disse que precisa sair de casa com uma hora de antecedência para chegar a tempo no trabalho. Ele espera que, com a triplicação, a situação melhore.

"É horrível. Eu saio de São Lourenço da Mata [no Grande Recife] para o trabalho, na Abdias de Carvalho [no Recife], e tenho que sair de casa uma hora antes para chegar a tempo ao trabalho. Espero que com essa triplicação o trânsito fique melhor", disse

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados