Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Suspeito de matar criança de 11 anos na Paraíba é preso em Ferreiros, Pernambuco

8.9.21

/ por casinhas agreste

Preso em Ferreiros, na Zona da Mata de PE, suspeito de matar criança de 11 anos na Paraíba
Segundo PM de Pernambuco, José Alex da Silva foi encontrado na casa de parentes, nesta quarta (8). Menina foi vítima de estrangulamento e violência sexual.
 G1 PE

O suspeito de matar uma criança de 11 anos, em João Pessoa, na Paraíba, foi preso nesta quarta-feira (8), em Ferreiros, na Zona da Mata Norte pernambucana (veja vídeo acima).

Segundo o comandante do 2º Batalhão da PM de Pernambuco, tenente-coronel Ivson Amílcar, o corpo da menina apresenta sinais de esganadura e de violência sexual.

O caso do desaparecimento de Anielle Teixeira provocou comoção na Paraíba. A criança desapareceu no domingo (5) e foi encontrada na madrugada desta quarta-feira, em uma mata no bairro de Miramar, em João Pessoa.

O tenente-coronel Amílcar informou ao G1, por telefone, que José Alex da Silva foi preso foi entregue à Delegacia de Ferreiros, no início da tarde desta quarta.

“Ele se manteve em silêncio e não quis falar nada, aos policiais militares que fizeram a prisão, na casa de parentes dele”, afirmou.

Um vídeo divulgado pela PM mostra o momento em que a viatura da polícia chega à Delegacia de Ferreiros, conduzindo o suspeito. Ele estava algemado e foi levado para ser autuado.

Ainda de acordo com o oficial da PM pernambucana, o homem era conhecido da família da criança.


Adolescente desapareceu às 5h do domingo, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

“Ele vendia cocos na praia e a mãe da menina também frequentava o local. Ele chamou a menina para andar de bicicleta. O caso tem relação com crime sexual”, afirmou.

A polícia paraibana disse que necrópsia para identificar a causa da morte de Anielle Teixeira deve ser feita a partir de quinta-feira (9).

Ante da prisão, a Polícia Civil da Paraíba informou que já tinha conseguido a decretação da prisão preventiva do suspeito. O homem foi reconhecido pela mãe da criança.

Também na manhã desta quarta, a casa de José Alex ira foi invadida. Objetos foram quebrados e não houve feridos

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados