Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

DINHEIRO DA COVID: Fazendas de gado, mansões e carros de luxo: quadrilha é suspeita de desviar mais de R$ 300 milhões de verbas públicas de combate à pandemia

23.8.21

/ por casinhas agreste

Segundo a PF, o operador financeiro do esquema é um jovem pecuarista, que chegou a transportar R$ 6 milhões em dinheiro vivo, em um avião particular.
Por Fantástico

Quadrilha é suspeita de desviar mais de R$ 300 milhões de verbas públicas de combate à pandemia


O Fantástico revela informações exclusivas de uma investigação que pediu a prisão de 61 pessoas esta semana. Elas são suspeitas de desviar mais de R$ 300 milhões em verbas públicas, incluindo dinheiro destinado a hospitais de campanha, durante a pandemia.

Segundo a Polícia Federal, o operador financeiro do esquema é um jovem pecuarista que chegou a transportar R$ 6 milhões em dinheiro vivo, em um avião particular. 
Quadrilha usava notas frias para desviar milhões de verbas públicas de combate à pandemia
Pelo menos no papel, tudo parecia em ordem. Mas, segundo a Polícia Federal, na verdade, os serviços eram superfaturados ou nem eram prestados. Alguns equipamentos também nunca chegaram aos hospitais.
Por Fantástico

Quadrilha usava notas frias para desviar milhões de verbas públicas de combate à pandemia


O Fantástico deste domingo (22) revelou informações exclusivas de uma investigação que pediu a prisão de 61 pessoas na última semana. Elas são suspeitas de desviar mais de R$ 300 milhões em verbas públicas, incluindo dinheiro destinado a hospitais de campanha, durante a pandemia.

“São crimes que deixam rastros documentais, são rastros que dificilmente vão ser apagados”, explica o delegado da PF, José Neto.
Os investigadores descobriram como o desvio do dinheiro era camuflado: a quadrilha conseguia notas fiscais frias de empresas que faziam parte do esquema. Assim, pelo menos no papel, tudo parecia em ordem. Mas, segundo a Polícia Federal, na verdade, os serviços eram superfaturados ou nem eram prestados. Alguns equipamentos também nunca chegaram aos hospitais.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados