Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

'PT não descarta a possibilidade de estar na frente popular', disse Humberto Costa

9.4.21

/ por casinhas agreste

Dois dias após a reunião do ex-presidente Lula e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, reunião esta, que muitos enxergam como uma possível reconciliação do PSB e PT, o senador Humberto Costa (PT) declarou à Rádio Clube AM, na manhã desta sexta-feira, em entrevista ao titular da coluna Diario Político, Rhaldney Santos, no programa Manhã na Clube, durante transmissão realizada no canal do Youtube do Diario de Pernambuco, que não descarta a possibilidade do PT ocupar a frente popular nas eleições de 2022. “O PT não descarta a possibilidade de estar na frente popular”, disse. Para Humberto, o que há mais de importante no momento, é ter um presidente da República com outra postura, “não estou dizendo que tenha que ser do PT, e sim, precisamos de outro e se isto envolver o debate aqui em Pernambuco com o PSB, eu tenho certeza que o PT estadual não vai se negar a este debate”, comentou o senador sobre uma possível aliança dos partidos. Foram esses entre outros assuntos no cenário político nacional e estadual abordados na entrevista.

Aliança com PSB - 2022

“Depende muito deste cenário nacional, é importante dizer que nós, por exemplo, saímos do governo do estado não por discordar da gestão de Paulo Câmara, nós temos muito respeito pelo governador. No período que tivemos dentro do governo, ele nos tratou da melhor maneira possível, foi um aliado respeitoso, procurou nos ouvir em muitos momentos importantes. Nós não temos nada contra ele, nem contra frente popular. Eu acredito que o PT não teria dificuldade de voltar para frente popular (...) quando a gente está na política, a gente tem que pesar em cada momento, o que é mais importante, então, nesse momento temos que ter um presidente da República com outra postura, não estou dizendo que tenha que ser do PT, e sim, precisamos de outro e se isto envolver o debate aqui em Pernambuco com o PSB, eu tenho certeza que o PT estadual não vai se negar a este debate, não vai colocar empecilhos ou obstáculos a sua realização.”

PT e PSB

“Lula sempre teve uma ótima relação com o PSB desde a época de Miguel Arraes. Esta semana houve uma reunião em que participaram Paulo Câmara, o presidente nacional do PSB, Márcio França, o próprio governador Casagrande, e pelas informações que eu obtive do PSB e do próprio PT foi uma reunião muito produtiva, muito boa e que eu acho que vai dar frutos neste objetivo de resistir ao que está acontecendo hoje no Brasil. Se isso resultar também numa aproximação política então nós vamos discutir mais para frente (...) nós já temos uma longa experiência política e não vamos ser nós o empecilho.”

Candidatura - Lula

“Quem promove a radicalização política no país, hoje, sem dúvidas, é o governo e o presidente Bolsonaro. São eles que têm reiteradamente ameaçado as instituições, a dependência entre os poderes. E pode ter certeza, se vier um candidato de centro, claro, ele vai bater no PT também. Mas pode ter certeza que vai procurar enfrentar e polarizar com o Bolsonaro. O pior para o Brasil é a manutenção de Bolsonaro, se o melhor nome para derrotá-lo no campo da centro-esquerda for Lula, for Haddad ou for Ciro, nós temos que trabalhar para juntar todo mundo neste caminho e neste contexto.”

Lula - Pernambuco

“Se ele realmente recuperar de forma definitiva os direitos políticos, é um nome muito forte, não há dúvidas, especialmente aqui no Nordeste, muito especialmente aqui em Pernambuco. Ele tem dito reiteradamente que a candidatura dele não é um martelo batido e ponta virada, que ele está mais preocupado em construir neste ano de 2021 uma resistência a tudo isso que estamos vivendo. O governo que aí está tem cometido equívocos extremos, tem ameaçado a própria democracia e Lula acha que é importante nós criarmos uma barreira de contenção para que Bolsonaro não avance e tentar desrespeitar a constituição. E que ele só pretende discutir a eleição apenas ano que vem e que o PT não vai querer impor nenhum nome, isso é o que ele tem dito reiteradamente e eu concordo plenamente com esta visão.”

MDB

“Eu torço para que o MDB continue na frente popular, apesar das divergências políticas que são muitas e histórias, eu tenho muito respeito pelo presidente do MDB aqui de Pernambuco, Raul Henry, acho que ele é um parlamentar necessário à bancada de Pernambuco e ao povo de Pernambuco, acho que é importante garantir que ele continue como deputado federal. Todos vocês sabem de uma história de divergências que eu tenho com o senador Jarbas Vasconcelos, mas todo mundo lembra que nós marchamos juntos agora na última eleição, eu tenho por ele também muito respeito, então eu torço para que possamos todos estar juntos na eventual disputa aqui em Pernambuco em 2022 e que o MDB possa participar. O PT não descarta a possibilidade de estar na frente popular, vai depender muito da questão nacional.”

Marília Arraes

“Em relação ao clima da permanência da deputada no PT, eu tenho procurado não me intrometer, especialmente por ser um tema que está vinculado à direção nacional do partido, eu só apenas integrante do diretório nacional e como eu vou, inclusive me posicionar caso coisas como essa venha a discussão, eu tenho preferido não me manifestar. Na verdade o que eu considero, é que a deputada Marília Arraes vem de uma matriz de esquerda, porém, que é um pouco diferente da matriz do PT, são culturas diferentes, então acredito que faz parte de um processo de adaptação.”

CPI

“Eu não sei o porquê do governo estar com tanto medo desta CPI, o que a CPI vai tratar são de coisas que já são públicas, como a possibilidade do governo ter interferido nesta situação que estamos vivendo hoje, quando sabotou as medidas de isolamento social de estados e municípios, se o governo foi imprudente na forma como trabalhou a questão da aquisição das vacinas (...) se o governo realmente recomendou ou não o tratamento com essas drogas que são boas para outras coisas, mas não à Covid-19, então são todas coisas públicas e por quê o governo está com tanto receio desta CPI? O que nós vamos investigar serão essas coisas e no final a decisão que a CPI toma é encaminhar para outras autoridades, eu não vejo razão para tanta agonia.”

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados