Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

PARAÍBA - Câmara de Cabedelo teve 99 funcionários fantasmas em esquema que desviava verbas públicas

30.4.21

/ por casinhas agreste

O esquema resultou no desvio de cerca de R$ 5 milhões dos cofres públicos do município.
Click PB
Ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, deve responder por peculato 99 vezes (Foto: Divulgação)
A Câmara Municipal de Cabedelo teve 99 funcionários fantasmas, ligados aos gabinetes de 13 vereadores, nos anos de 2017 e 2018. É o que aponta a denúncia apresentada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB) no âmbito da Operação Xeque-Mate. O esquema resultou no desvio de cerca de R$ 5 milhões dos cofres públicos do município.

Segundo consta na denúncia, obtida pelo ClickPB, além do assessor fantasma e do seu respectivo vereador, também foram beneficiados com o esquema Leto Viana, que era autor intelectual e recebeu parte dos valores desviados; Lúcio José, que também era o autor intelectual e comandou o pagamento da folha, além de produzir os termos de posse falsos e receber parte das quantias desviadas; André Franklin de Lima Albuquerque que, como tesoureiro, auxiliou no comando do pagamento da folha; e Leila Maria Viana do Amaral que, como secretária administrativa, atuava mensalmente acondicionando em envelopes os cheques, recibos de pagamento e folhas de ponto relativos aos servidores fantasmas, entregando também estes envelopes ao vereador no dia do pagamento, além disso ela também teria recebido, guardado e distribuído, em alguns casos, parcelas dos valores desviados.


 
Os cheques para pagamento de salário eram emitidos em benefício do assessor fantasma, que ia pessoalmente a uma agência da Caixa Econômica para sacar a quantia e repassar a maior parte dela ao parlamentar que o tinha indicado. 

Tanto Leto Viana, quanto Leila Viana, foram acusados pelo crime de peculato 99 vezes, já que teriam participado diretamente na contratação de todos os 99 funcionários, conforme a denúncia. Os outros 18 denunciados também são acusados de peculato, mas de forma proporcional à participação no esquema.

A maior parte dos 99 funcionários fantasmas deve fazer acordos, conforme informou o promotor Reynaldo Di Lorenzo Serpa Filho, em entrevista ao Arapuan Verdade, da Arapuan FM. A denúncia apresentada pelo MPPB só inclui 20 acusados.

O Portal ClickPB disponibiliza o endereço de e-mail redacao@clickpb.com.br para receber posicionamento de cada um dos denunciados, possibilitando, assim, a divulgação de todas as versões dos citados.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados