Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Secretário de Saúde nega segunda onda e descarta retrocesso em plano de convivência

20/11/2020

/ por casinhas agreste

Diario de Pernambuco

O Governo do Estado lançou, nesta quinta-feira (19), um novo vídeo institucional para conscientizar a população sobre as medidas de prevenção contra a Covid-19. A peça publicitária deve começar a ser veiculada nos próximos dias em diferentes meios de comunicação. O lançamento foi feito em uma coletiva virtual realizada com a presença do secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.
Na entrevista, o secretário negou a possibilidade de retrocesso no plano de convivência adotado pelo estado, e descartou, mais uma vez, a possibilidade de uma segunda onda de contágios no estado. “As pessoas passaram a interagir mais, e isso as expõe mais, então temos uma maior incidência de casos leves, e, em algumas semanas, de casos graves. Mas configura-se em um processo que não é de uma segunda onda, mas de oscilações”, afirmou.

Com a proximidade das tradicionais festas e confraternizações de fim de ano, há uma possibilidade maior de exposição de alguns grupos em comemorações de Natal e Ano Novo. Mas, segundo o secretário, mesmo neste período, não há mudança prevista para a realização de eventos com público maior que 300 pessoas. “Não é momento de abandonar os cuidados. Neste momento, ainda, a única forma efetiva de se proteger contra a Covid-19 é praticando o distanciamento social, mantendo as mãos sempre limpas, e usando a máscara corretamente, cobrindo a boca e o nariz”, destacou.

Testes e taxa de contágio

Segundo a Secretaria de Saúde, esta é a semana com menor número de casos de síndrome respiratória aguda grave desde o início da pandemia, com registro de 503 casos. O número equivale a uma redução de 22% em comparação aos índices de março, quando a pandemia do novo coronavírus ganhou força, e o estado registrou 641 registros. Nesta quinta, Pernambuco atingiu a marca de 701 mil exames de Covid-19 em todo o estado. Entre os testes realizados, 341 mil foram do tipo RT-PCR, considerado o mais eficaz para detecção do novo coronavírus.

Os dados desta semana tiveram impacto positivo na taxa de ocupação de leitos hospitalares no estado, que registraram redução de 3,9% nas solicitações de enfermaria, e de 14% de leitos de UTI. No mesmo período, foram contabilizados 908 novos casos de Covid-19 e 17 mortes causadas pela doença. Desde o início da pandemia, o estado soma 173.624 casos, e um total de 8.890 óbitos.

Apesar da redução sinalizada esta semana, o secretário ressaltou que ainda não há o que comemorar. “Precisamos na compreensão e do senso de responsabilidade de todos. O relaxamento dos cuidados de forma recorrente, poderá trazer um aumento na contaminação, gerar aumento de casos e propiciar mais perdas de vidas em nosso estado”, disse.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados