Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

PERNAMBUCO: Com mais 390 casos e 22 mortes por coronavírus, Estado chega a 3.298 confirmações e 282 óbitos e 105 curas

22/04/2020

/ por casinhas agreste
Pernambuco confirmou, nesta quarta-feira (22.04), 390 novos casos da Covid-19. Com isso, o Estado totaliza 3.298 ocorrências do novo coronavírus. Desses, 2.367 estão em isolamento domiciliar e 544 internados, sendo 139 em UTI e 405 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada. Além disso, o boletim aponta 105 pacientes já recuperados da doença. Até agora, os casos confirmados estão distribuídos por 94 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Também foram confirmadas laboratorialmente 22 novas mortes (8 mulheres e 14 homens), de pessoas residentes no Recife (10), Tabira (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Abreu e Lima (1), Paulista (4), Olinda (2), Camaragibe (1), Vitória de Santo Antão (1) e Garanhuns (1). Os pacientes tinham idades entre 44 e 94 anos e faleceram entre os dias 16 e 21 de abril. As faixas etárias dessas pessoas são: 40 a 49 (3), 50 a 59 (4), 60 a 69 (5), 70 a 79 (7), 80 ou mais (3). Com isso, totalizam 282 óbitos pela Covid-19 em Pernambuco.

Dos 22 pacientes que vieram a óbito, 5 apresentavam comorbidades como histórico de AVC (1), hipertensão arterial sistêmica (1) e neoplasias (4). Os demais estão sendo investigados.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 1.193 casos foram confirmados e 726 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

"Essa grande quantidade de casos confirmados, nesta quarta-feira (22), se deve, além da progressão da doença, que está em franca ascensão da curva, ao trabalho que vem sendo feito, de forma exemplar, pelo Lacen-PE. Ontem, mesmo sendo feriado, nós batemos nosso recorde de processamento das amostras biológicas, o que comprova a dedicação de nossos profissionais envolvidos nessa área de combate ao novo coronavírus", André Longo.

Ampliação de leitos - Na tarde desta quarta-feira (22.04), o governador Paulo Câmara e o secretário de saúde do Estado, André Longo, visitaram as instalações do Hospital Armindo Moura, localizado no município de Moreno, na Região Metropolitana do Recife. Nessa unidade de saúde, o Governo contratou 84 leitos, sendo 20 UTIs e 64 enfermarias.

As 10 primeiras vagas de UTIs e 20 de enfermaria já estarão disponíveis a partir da sexta-feira (24 de abril), com equipamentos e pessoal treinado para receber os pacientes da Covid-19. No mês de maio, a unidade ainda deve abrir outros 54 leitos, sendo 10 de UTI, para a rede estadual de Saúde.

“Vamos continuar na busca dos equipamentos, tanto no Brasil como no exterior, sobretudo os respiradores para abrir mais vagas e atender a demanda crescente por cuidados médicos intensivos causados por essa pandemia. O trabalho é incansável, nossa meta é chegar até o inicio de maio com 400 novos leitos de UTI e 600 de enfermaria”, destacou o governador.

O Armindo Moura se junta a outras unidades de saúde privadas incorporadas pela Secretaria Estadual de Saúde como a Maternidade Brites de Albuquerque, em Olinda, e o antigo hospital Alfa, em Boa Viagem. Até agora, em uma grande operação que envolveu recursos financeiros e logísticos, o Governo de Pernambuco já abriu mais de 600 leitos, sendo 327 de UTIs para atender aos pacientes com síndromes respiratórias agudas graves.

"Pernambuco atingiu, nesta quarta-feira (22), a marca de 673 leitos abertos para receber pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) com suspeita ou confirmação da Covid-19, sendo 327 leitos de UTI. Ou seja, em apenas 35 dias, ampliamos em mais de 30% os leitos de UTI em Pernambuco. E vamos continuar trabalhando, por determinação do governador Paulo Câmara, para ampliar nossa capacidade de atendimento. Nossa expectativa é ter, no total, até o fim do mês de abril, 400 leitos de UTI abertos para assistência a estes pacientes em nosso Estado", pontuou o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.

Recrutamento – Diante da necessidade crescente de profissionais de saúde para o enfrentamento à pandemia, o secretário estadual de Saúde, André Longo, anunciou, ainda, que serão convocados servidores para iniciar o processo de substituição de outros profissionais que estavam na linha de frente no combate ao novo coronavírus.

O recrutamento será instituído por meio de portaria, no 166, a ser publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (23.04). Serão chamados 1.092 médicos diaristas e 702 profissionais de outras áreas da saúde. Além desse quantitativo, outros 75 médicos serão convocados para atuar, exclusivamente, pelo aplicativo Atende em Casa.

"Nós já contratamos mais de mil profissionais por meio de concurso público e várias seleções, tanto para substituir profissionais como para a ampliação de leitos. Há um esforço concentrado neste sentido. Nós também garantiremos, a mobilidade interna, ou seja, o recrutamento da segunda linha. Os profissionais que estavam atuando em ambulatórios, nas situações eletivas, passarão a ser convocados para a linha de frente. Claro que ficarão de fora aqueles profissionais que têm maior idade ou alguma comorbidade. Nesse processo, identificamos mais de 1 mil profissionais que, serão chamados para ajudar nesse processo de substituição de profissionais que se afastaram por doença até que eles estejam aptos a voltar para o serviço”, pontuou André Longo.

Curso de Medicina – Na manhã de hoje (22.04), o governador Paulo Câmara e o secretário estadual de Saúde, André Longo, participaram, por videoconferência, da cerimônia de colação de grau antecipada de 75 alunos do curso de medicina da Universidade de Pernambuco (UPE). A solenidade contou com as participações do reitor da instituição, Professor Pedro Falcão, e da diretora da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), Professora Dione Maciel. O secretário de Saúde, André Longo, e o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, também participaram do evento.

Regida pela Portaria Ministerial No 374, de 03 de abril de 2020, a Universidade de Pernambuco (UPE) disponibilizou para os estudantes dos três cursos de medicina da instituição a antecipação da colação de grau exclusivamente para atuarem nas ações de combate à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). A Portaria do Ministério da Educação autoriza a antecipação da graduação de enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas e médicos, obedecendo alguns critérios, no caso do curso de medicina é exigida a conclusão de 75% do internato. Medida tem caráter excepcional e valerá enquanto durar a situação de emergência na saúde pública.

Na última segunda-feira (20.04), aconteceu, no campus da UPE em Garanhuns, a colação de grau antecipada para 38 estudantes do curso de medicina da unidade. Na semana passada foi realizada a colação de 18 estudantes do curso da instituição em Serra Talhada. Nas duas cerimônias foram tomadas todas as medidas preventivas, como o distanciamento entre as pessoas e uso de máscaras.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados