Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Sport vence o Paraná por 2×1 e dá mais um passo para o acesso à Série A

24/10/2019

/ por casinhas agreste
Uma partida de alta intensidade. Em uma das melhores apresentações nessa Série B, o Sport foi valente e mesmo saindo atrás do placar, conseguiu a virada com méritos em cima do Paraná e venceu por 2×1, nesta quarta-feira (23), na Ilha do Retiro, pela 31ª rodada da Série B. Fabrício marcou para os paranaenses, enquanto que Hernane e Guilherme se garantiram o triunfo rubro-negro.
Com a vitória, o Leão segue na vice-liderança da Segundona e agora está com 56 pontos, três a menos que o líder Bragantino, que ainda joga na rodada – na sexta-feira (25), contra o Vila Nova. Para garantir o acesso, os rubro-negros precisam de mais seis pontos, nos 21 que ainda vão disputar.
A equipe leonina terá uma semana para descansar, já que só volta a campo na próxima quinta-feira para encarar o time do Guarani, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas.
O JOGO
Disposto a apagar a péssima lembrança que vinha deixando no primeiro tempo das últimas partidas, o time do Sport começou o duelo contra o Paraná com muita intensidade e impondo o seu jogo. Encurralando os paranaenses no seu campo defensivo. Tanto que, logo aos quatro minutos, o goleiro Thiago Rodrigues fez uma defesa maravilhosa, após cruzamento de Norberto e cabeceio certeiro de Hernane no contrapé, obrigando o arqueiro do tricolor paranaense a se esticar todo para espalmar, evitando o gol leonino.

Os rubro-negros deixam claro que a noite de Thiago Rodrigues seria longa e trabalhosa. Em dois minutos, mais duas chances criadas. Aos 16, Willian Farias tabelou com Hernane na entrada da área e chutou rasteiro, no canto, para a defesa do goleiro paranista. Aos 17, o atacante Guilherme em sua jogada tradicional, recebeu a bola, foi para o um contra um, passou pelo adversário e chutou rasteiro para nova intervenção de Thiago.

A partida era, literalmente, ataque contra defesa. Aos 29, lance polêmico na Ilha. Guilherme cobrou escanteio e Hyuri cabeceou forte para a meta, mas Thiago Rodrigues salvou em cima da linha. Os rubro-negros ficaram pedindo gol, alegando que a bola teria ultrapassado a linha. No final da primeira etapa, mais boa chance para o Leão. Leandrinho recebeu sozinho na entrada, ajeitou e chutou com capricho no cantinho, mas a bola explodiu na trave e saiu pela linha de fundo.

Da mesma maneira que terminou o primeiro tempo, o Sport iniciou a etapa complementar: com imposição tática. E não demorou muito para colocar Thiago Rodrigues para se movimentar. Aos três, Sander cruzou para a área, Leandrinho tentou dar uma letra, se atrapalhou com a bola, mas na sequência, chutou forte para a defesa do arqueiro. Aos 20, novo embate entre o meia e o goleiro paranaense, com o camisa 1 defendendo novo chute.

A primeira chance do Paraná só ocorreu aos 23 minutos, com chute sem direção do atacante Alesson por cima da meta de Luan Polli. Cinco minutos depois o golpe fatal. Jhemerson cobrou escanteio e Fabrício subiu entre Adryelson e Cleberson para cabecear para as redes: 1×0.

Apesar do gol sofrido, o Sport não se entregou e seguiu pressionando o Tricolor Paranaense. Aos 35, Hernane recebeu da entrada da área e mesmo posicionado para chutar de perna esquerda, soltou o pé sem medo e mandou a bola no ângulo, um golaço: 1×1. A partida ficou aberta, com chances para os dois lados, mas foi o Leão que marcou o segundo. Aos 41, Hernane mais uma vez arriscou de longe, Thiago Rodrigues espalmou e Guilherme desempatou: 2×1.

Ficha do jogo
SPORT

Luan Polli; Norberto (Elton), Rafael Thyere (Cleberson), Adryelson e Sander; Willian Farias, Charles e Leandrinho (Pedro Carmona); Guilherme, Hyuri e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

PARANÁ

Thiago Rodrigues; Eder Sciola, Rodolfo, Fabrício e Guilherme Santos; Leandro Almeida (Léo Príncipe), Fernando Neto, Jhemerson (Luiz Otávio) e Alesson; Judivan e Jenison (Matheus Anjos). Técnico: Matheus Costa.

Local: estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Katiuscia Berger Mendonça (ambos do ES)
Gols: Fabrício, aos 28, Hernane, aos 35, e Guilherme, aos 41 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Guilherme (SPO) e Leandro Almeida, Rafael Furtado, Fabrício, Léo Príncipe (PAR)
Público: 14.719 torcedores.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados