Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Casos de dengue avançam 339% no Brasil e mortes sobem 186,3%

01/05/2019

/ por casinhas agreste
Casos prováveis de dengue no Brasil chegaram a 451.685 até o dia 13 de abril. O maior número de pessoas doentes está na Região Sudeste, com 65% dos casos prováveis
 Agência Brasil
Mosquitos infectados são os transmissores da doença. Foto: Portal Brasil

Os casos prováveis de dengue no Brasil chegaram a 451.685 até o dia 13 de abril, conforme boletim divulgado nesta terça-feira (30) pelo Ministério da Saúde. O número de ocorrências teve um aumento de 339% em relação ao mesmo período do ano passado, quando houve 102.681 casos. O número de mortes também subiu 186,3%, passando de 66 para 123.

Conforme a pasta, 994 municípios – 20% do total pesquisado – têm alta infestação do mosquito transmissor, o Aedes aegypti. Em relação à dengue, o maior número de pessoas doentes está na Região Sudeste, com 65% dos casos prováveis.

Oito unidades da Federação apresentaram incidência superior a 300 casos por 100 mil habitantes. A situação é mais preocupante em Tocantins e Mato Grosso do Sul. Em São Paulo, onde a epidemia se concentra no interior, o índice é de 349,1 casos por 100 mil habitantes.

Moradora de Sorocaba, no interior paulista, a doceira Clélia Alves, de 34 anos, entrou para as estatísticas. “Quando começou a dor de cabeça e em volta dos olhos, logo percebi que estava com dengue”, conta ela, que contraiu o vírus em março. “O corpo todo começava a coçar e à noite eu não dormia de tanta coceira. Depois veio a febre, de 39 graus”, lembra. Clélia se recuperou da doença e agora está em alerta para eliminar os focos do mosquito na vizinhança.

Conforme o Ministério da Saúde, o aumento no número de casos mesmo fora do verão se deve a condições ambientais como temperatura elevada e chuvas. A pasta identificou alta circulação do sorotipo 2 do vírus, o que contribui para um aumento no número de casos. Quando há mudança no sorotipo circulante, as pessoas infectadas passam a ter sintomas mais evidentes da doença. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados