Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Polícia Federal detalha prisão de assaltantes que roubaram Correios de Orobó



Segundo a PF, os três confessaram a participação no assalto à agência dos Correios, em Orobó, no Agreste de Pernambuco — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Um dos homens presos após assalto a uma agência dos Correios no Agreste de Pernambuco usava tornozeleira eletrônica — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Do G1 PE

Três homens foram presos e autuados em flagrante por suspeita de envolvimento em um assalto à agência dos Correios de Orobó, no Agreste de Pernambuco. Com eles, a Polícia Militar apreendeu cerca de R$ 45 mil, além de revólveres. Um dos detidos, que tem passagem pelo sistema penitenciário por tráfico e porte de arma, usava uma tornozeleira eletrônica.

Segundo a Polícia Federal (PF), o auxiliar de cozinha Roberval Brasil dos Santos, de 25 anos; o auxiliar de serviços-gerais Adriano Bezerra de Freitas, de 29 anos; e o ambulante Matheus Henrique da Silva, de 19 anos, foram presos na quarta-feira (27), momentos depois da investida.


Armas, munição e dinheiro foram apreendidos com trio que assaltou agência dos Correios em Orobó, no Agreste de Pernambuco — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Nesta quinta-feira (28), a Polícia Federal, responsável pela autuação do trio, informou que um dos criminosos resistiu à prisão e ainda atirou nas equipe da PM. A PF disse, ainda, que Adriano estava com uma sacola com o produto do roubo e tentou subornar o efetivo, oferecendo dinheiro para evitar a captura.

Ainda de acordo com a PF, assim como de Adriano, que era monitorado pela Justiça com a tornozeleira, os outros têm passagem pelos sistemas carcerário e de ressocialização de adolescentes, por tráfico e assalto.

A Polícia Federal informou, ainda, que o trio levou a arma de um vigilante. Após a ação nos Correios, os três tentaram fugir em um carro que tinha sido roubado pouco antes do assalto aos Correios.


Carro roubado foi usado por bandidos que assaltaram agência dos Correios, em Orobó, no Agreste de Pernambuco — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Operação

As capturas aconteceram quando equipes da Polícia Militar interceptaram o veículo na Estrada de Poço Fundo, em Bom Jardim, município vizinho a Orobó, também no Agreste.

A PF relatou que os PMs determinaram que os três descessem do veículo com as mãos para o alto, mas Roberval e Adriano correram, apontando revólveres e atirando. Um dos disparos quase atingiu um carro que passava pela área.

A corporação disse também que Matheus, motorista do carro usado na fuga, tentou enganar os PMs, dizendo que havia sido feito refém pelos assaltantes. Em seguida, no entanto, sacou uma arma e correu.

Conforme o registro feito pela Polícia Federal, Roberval foi preso dentro de uma escola, na sala dos professores. A captura de Matheus ocorreu em uma casa, que ele tinha invadido. Adriano, segundo a PF, tentou pular uma cerca e caiu, sendo capturado.

Após a ação da PM, os policiais federais foram acionados e para dar início às investigações do assalto. Os agentes fizeram perícias, ouviram testemunhas e coletaram imagens de circuito de segurança da agência.

A corporação disse que as investigações terão continuidade, uma vez que é preciso identificar, localizar e prender outros possíveis integrantes da quadrilha. Com o trio, foram apreendidos oito celulares, três revólveres calibre 38, além de 21 munições.


Com os bandidos que assaltaram os Correios em Orobó, no Agreste de Pernambuco, policiais apreenderam dinheiro — Foto: Polícia Federal/Divulgação

NA PF

Os três seguiram para a sede da Polícia Federal, no Cais do Apolo, na área central do Recife. A PF informou que, durante os interrogatórios, os três presos confessaram a participação no crime.

Eles alegaram ter saído de ônibus para Orobó. Na cidade, roubaram um veículo e escolheram aleatoriamente a agência dos Correios para assaltar.

O trio foi autuado em flagrante por roubo qualificado. Caso sejam condenados, os três podem pegar penas que variam de 2 a 14 anos de reclusão, além de multa.

Os criminosos serão encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, na área central do Recife, para se submeter a exames de corpo de delito.

Depois, eles seguirão para a audiência de custódia. Caso sejam confirmadas as prisões, eles seguirão para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, onde ficarão à disposição da Justiça.




Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados