Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

PARAÍBA: Volume do Açude de Boqueirão aumenta 21 cm na lâmina d’água, diz Dnocs


Recarga aconteceu entre o domingo (17) e esta segunda-feira (18), após cheia nos rios Taperoá e Paraíba. Com o aumento de volume, açude está com 21,7% da capacidade total.
Por G1 PB
Volume do Açude de Boqueirão, no Cariri da PB, aumentou 21 cm após cheia nos Rios Taperoá e Paraíba — Foto: Artur Lira/G1


Aumentou mais 21 cm o volume do Açude Epitácio Pessoa, conhecido como Boqueirão, no Cariri paraibano. A informação dada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs-PB) é que a recarga, que corresponde a 2.716.390 m³ de água, aconteceu entre o domingo (17) e esta segunda-feira (18), após cheia nos rios Taperoá, em Cabaceiras, e Paraíba.

O açude, que tem capacidade para armazenar até 411.686.287 m³ de água, está com 21,7% da capacidade total - o que corresponde a 89.502.558 m³ de água.

O Dnocs informou ainda que as águas continuam chegando ao açude e a previsão é que haja mais recarga nos próximos dias.

O açude de Boqueirão é usado para abastecer a população de Campina Grande e outros 18 municípios do Agreste, beneficiando cerca de 1 milhão de habitantes, segundo a Companhia de Águas e Esgotos do Estado da Paraíba (Cagepa).

Bombeamento voltou a funcionar após 14 dias suspenso
O bombeamento das águas da Transposição do Rio São Francisco para o Boqueirão, que havia sido suspenso pela segunda vez desde o dia 1º de fevereiro deste ano, voltou a funcionar na quinta-feira (14). Segundo o gerente de Monitoramento de Barragens da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), Alexandre Magno, a vazão é de cerca de 50% em relação ao que era regularmente colocado de 2017 a março de 2018. A vazão, que era de 4.2 a 4.6, agora é 1.8 a 2 mm/s.

O bombeamento havia sido suspenso pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). De acordo com a pasta, a suspensão ocorreu desde o dia 1º de fevereiro, para ajustes e verificações do funcionamento dos equipamentos hidromecânicos.

Segundo o ministério, o reservatório tem tranquilidade hídrica para assegurar o atendimento das regiões beneficiadas, e a variação do volume de água entregue pelo Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco no Rio Paraíba, em Monteiro, não prejudica o abastecimento da população da Paraíba atendida pelo sistema.


Duas recargas registradas em janeiro
O volume do Boqueirão já havia aumentado 15 cm após duas recargas registradas no mês de janeiro deste ano. Na primeira recarga, no dia 5, o volume do açude aumentou 3 cm na lâmina d’água, após cheia no rio Taperoá, ficando com 20,4% da capacidade total.

A segunda recarga, de 12 cm, aconteceu entre os dias 6 e 7 de janeiro, após chuvas que provocaram cheia tanto do Rio Taperoá, quanto no Rio Paraíba. Com isso, o Boqueirão atingiu 20,8% da capacidade total.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados