Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Sangue de Marielle respinga no gabinete de Flávio Bolsonaro, diz Humberto

23/01/2019

/ por casinhas agreste
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
    Blog do Jamildo

O líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), comentou nesta terça-feira (22) a prisão do major da Polícia Militar do Rio de Janeiro Ronald Paulo Alves Pereira, suspeito de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e homenageado pelo senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) em 2004. “O sangue de Marielle Franco respinga no seu gabinete”, afirmou o petista pelo Twitter.

“A descoberta da ligação direta entre milicianos do comando do Escritório do Crime, no Rio de Janeiro, e Flávio Bolsonaro é extremamente grave”, disse ainda. “É mais um elemento assombroso nessa história ainda sem explicação”.


 A descoberta da ligação direta entre milicianos do comando do Escritório do Crime, no Rio de Janeiro, e Flávio Bolsonaro é extremamente grave. O sangue de Marielle Franco respinga no seu gabinete. É mais um elemento assombroso nessa história ainda sem explicação.

Treze mandados de prisão são cumpridos nesta terça-feira (22) contra suspeitos de serem milicianos na zona oeste do Rio.

Em dezembro, o general Richard Nunes, então secretário da Segurança Pública do Rio, revelou que Marielle Franco foi morta porque milicianos acreditaram que ela poderia atrapalhar os negócios ligados à grilagem de terras nessa região da cidade. O crime estava sendo planejado desde 2017, segundo Nunes. A vereadora foi assassinada em março do ano passado.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados