Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Ex-mulher de advogado morto em Caruaru foi mandante do crime, diz polícia


Para os investigadores, o crime está relacionado a possíveis denúncias de esquemas de corrupção em que a ex-mulher da vítima e o ex-cunhado estariam envolvidos
André Ambrósio foi morto na frente da filha
Foto: Reprodução de vídeo
JC Online

A Polícia Civil apresentou na manhã desta segunda-feira (1º) detalhes da investigação sobre o assassinato do advogado André Ambrósio Ribeiro, 46 anos, no dia 12 de julho deste ano em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Os acusados de serem os mandantes do crime são Isadora Ferreira de Almeida, ex-mulher da vítima, e José Isaac Ferreira de Almeida, ex-cunhado de André Ambrósio. Isadora foi presa no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Isaac se encontra foragido.

Ramon Reis da Silva, acusado de ser o autor dos disparos, e José Jameson de Sales, o “Jairzinho”, que teria dirigido o carro que levou o assassino embora da cena do crime, foram presos na manhã de hoje. De acordo com o delegado Rodolfo Bacelar, à frente das investigações, o homicídio foi planejado por conta de problemas entre o advogado e Isadora após a separação.


O ex-casal estaria tendo conflitos por conta de supostos esquemas de lavagem de dinheiro em empresas onde André Ambrósio, Isadora e Isaac teriam sociedade. Com a separação do casal, o advogado teria ameaçado denunciar os esquemas de corrupção. Por isso, o crime teria sido encomendado como queima de arquivo.
Executores
Ainda segundo o delegado, a polícia chegou em Ramon através de outra investigação. Havia uma denúncia sobre um pistoleiro oriundo de Maceió, em Alagoas, que estaria escondido em Caruaru e agindo na cidade. Os investigadores repararam na semelhança física entre o suspeito preso neste caso, Ramon Reis, e o homem filmado executando André Ambrósio, além do retrato falado.
José Jameson, preso junto com Ramon, também estaria presente no momento do crime. Segundo a investigação, ele dirigiu o veículo que conduziu a ida do assassino até o local do crime, e a posterior fuga.

A polícia descobriu que Ramon e Jameson também estariam praticando assaltos em Caruaru. Algumas destas ações criminosas, que envolviam roubo de veículos, foram filmadas por câmeras de segurança e tiveram imagens também veiculadas pela imprensa.

Bacelar afirmou que a investigação sobre quais esquemas de corrupção seriam esses em que Isadora e Isaac estão envolvidos será conduzida pela delegacia especializada. Os três acusados presos na manhã desta segunda-feira (1º) estão à disposição da Justiça.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados