Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Argentina avança para as oitavas de final aos 41 minutos com gol de Rojo


Rojo salva no final, Argentina bate Nigéria e avança para as oitavas
No sofrimento, hermanos escapam de precoce eliminação na Rússia
Rojo marcou aos 41 minutos do segundo tempo

Jornal do comércio

Divulgação/Fifa
Diego Toscano
Twitter: @diegotoscanoo

Foi no sofrimento bem característico, mas a Argentina está nas oitavas de final da Copa do Mundo. Nesta terça (26), em São Petersburgo, os hermanos estavam sendo eliminados até os 41 minutos do segundo tempo, quando Rojo fechou o 2x1 contra a Nigéria. Alívio para Messi, que foi o grande protagonista da etapa inicial.

Após o alívio de não ficar na fase de grupos, o que aconteceu na Suécia-1958, no Chile-1962 e no Coreia do Sul e Japão-2002, a preocupação agora é francesa. Nas oitavas, a Argentina pega a França no próximo sábado (30), a partir das 11h, em Kazan.

Depois de um primeiro jogo cheio de erros ante a Islândia, até com direito a pênalti desperdiçado, e “sumiço” na dura derrota contra a Croácia, Messi finalmente desembarcou na Rússia. Ontem, em São Peterburgo, foi o grande destaque do primeiro tempo da Argentina. Logo com 13 minutos, recebeu passe magistral de Banega, tirou o marcador no domínio com a esquerda e deslocou o goleiro em chute com a direita para abrir o placar. Com 33, ainda acertou uma bola na trave de falta.



Um jogo que parecia tranquilo desmoronou logo com cinco minutos do segundo tempo. Aos cinco, Mascherano derrubou Balogun na área e o juiz turco Cakir Cuneyt marcou pênalti. Na cobrança, Moses deslocou Armani com tranquilidade e empatou o jogo. Depois da igualdade, a Argentina se perdeu em campo. E nem as mexidas de Sampaoli, com as entradas de Pavón, Meza e Aguero, resolveram o problema. Messi, bem marcado, foi peça nula na etapa final.

Quando tudo parecia pedido, a raça argentina entra em ação. Aos 41 minutos, após cruzamento na área, o lateral-esquerdo Rojo, improvisado como zagueiro e de direita, fez o gol da redenção.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados