Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

PARAÍBA: Nenhum posto em Campina Grande tem combustíveis, diz sindicato


Combustíveis teriam acabado por volta das 12h desta quinta-feira (24), segundo Sindirev.
Por G1 PB

Postos de abastecimento de Campina Grande não têm mais combustíveis, segundo Sidirev (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)
Todos os postos de Campina Grande estão sem qualquer tipo de combustível, conforme informou o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Campina Grande e Interior da Paraíba (Sindirev), nesta quinta-feira (24). Segundo o sindicato, há 56 postos de combustíveis na cidade.

De acordo com Samara Sarias, secretária no Sindirev, os combustíveis acabaram por volta das 12h. Segundo ela, não há previsão para reabastecimento dos postos na cidade e a recomendação é de que a população economize.

Na Paraíba, a paralisação dos caminhoneiros chega ao quarto dia, nesta quinta-feira (24), com problemas no abastecimento de supermercados e feiras, falta de combustíveis, redução de frotas de ônibus e interdições em vários trechos da Paraíba.

Entretanto, na manhã desta quinta-feira (25), foram liberados pelo menos 30% dos caminhões de transporte de combustíveis do Porto de Cabedelo para distribuição para os postos, para abastecer serviços essenciais. A decisão foi tomada após uma reunião entre o comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, caminhoneiros, a presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Timóteo, e representante do Sindicato de Transportes de Cargas Perigos, no Porto de Cabedelo.

A mobilização acontece desde segunda-feira (21), por conta da alta nos preços dos combustíveis, e os caminhões que abastecem os postos de combustíveis estão parados no Porto de Cabedelo, em protesto. No entanto, na noite da quarta-feira (23), uma decisão judicial liminar determinou que caminhoneiros não impeçam o acesso dos caminhões que prestam serviço à Petrobrás às instalações do Porto, nem dificultem a passagem em quaisquer trechos de rodovias ou estradas próximos ao terminal de distribuição.

Em geral, os trechos são interditados com caminhões e apenas carros de passeio estão sendo liberados. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), todas as interdições são parciais.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados