Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Holandesa é presa por tráfico internacional de drogas no Recife


Ela transportava 2,2 quilos de cocaína e foi detida quando voltava para Roterdã, no Aeroporto do Recife

 FolhaPE 
Uma holandesa de 36 anos foi presa por tráfico internacional de drogas no Aeroporto do Recife na sexta-feira (22) à noite. Ela transportava 2,2 quilos de cocaína na bagagem de mão e foi autuada em flagrante. À Polícia Federal (PF), a estrangeira alegou não saber da existência da droga. 

Ao ser interrogada pela PF, Nomami Cooper afirmou que a bolsa que continha a droga era de um amigo. Ela disse que foi para São Paulo para esquecer a morte do pai, mas acabou conhecendo um nigeriano na cidade. E, na casa dele, foi convencida a levar a bagagem de mão na volta para a Holanda. 

“Ao ver a mala dela, o nigeriano disse que estava muito pesada e que, se ia voltar a Roterdã, deveria levar uma mala de mão que pudesse ir dentro da aeronave, para que não pagasse excesso de bagagem. Então, ela pegou uma bagagem pequena do nigeriano, mas disse que não sabia que dentro dela estava um compartimento com cocaína”, relatou o chefe de comunicação da PF em Pernambuco, Giovani Santoro, contando que a droga foi identificada quando a holandesa passou pelo aparelho de raio-x durante a conexão no Aeroporto do Recife. 

A holandesa ainda disse que não havia sido instruída a entregar a mala para ninguém e que, por isso, não receberia nenhum dinheiro pelo transporte da droga. Ela ainda alegou não ter maiores informações do nigeriano. 

Mesmo assim, a estrangeira foi autuada em flagrante por tráfico internacional. Se for condenada, pode pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão. Enquanto isso, está à disposição da Justiça Federal na Colônia Penal Feminina.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados