Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

CHACINA: cinco pessoas são assassinadas em José da Coroa Grande


Principal suspeita da motivação seria uma vingança ao triplo homicídio que aconteceu na última quinta-feira (15), na cidade

Delegado e agentes do Instituto de Criminalística (IC) estão no local para investigação do crime
Foto: Reprodução
JC Online

Cinco pessoas foram mortas na manhã deste sábado (17) em São José da Coroa Grande, município do Litoral Sul de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, a principal suspeita seria uma vingança ao triplo homicídio que aconteceu na última quinta-feira (15), quando três adolescentes, envolvidos em briga de gangues, foram assassinados no bairro de Vila Jagatá.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) informou que viaturas foram enviadas ao local do crime. Delegado e peritos do Instituto de Criminalística (IC) estão no local para iniciar a investigação das mortes.

Os suspeitos ainda não foram identificados e localizados.

Os corpos foram encontrados na frente da casa de um deles, José Anderson da Silva, de 17 anos. A outra vítima, Éverton da Silva, 16, estava na companhia de José Anderson e também foi morto. O nome da terceira vítima, um adolescente de 17 anos, não foi divulgado na época do crime.

Segundo o delegado do caso, Manoel Martins, há uma intensa briga de gangues na cidade. A suspeita é de que os jovens estivessem traficando drogas no momento em que foram executados.

Polícia tenta prender autores da chacina em São José da Coroa Grande
Oito pessoas foram assassinadas no município entre a última quinta (15) e este sábado (17)

Clima de medo se instalou em São José da Coroa Grande, prejudicando o turismo e o comércio
A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) montou uma verdadeira força tarefa para tentar prender os autores da chacina que deixou oito mortos em São José da Coroa Grande, no Litoral Sul do Estado, entre a última quinta-feira (15) e este sábado (17). De acordo com a polícia, os homicídios estão associados à disputa pelo tráfico de drogas entre os municípios de São José e Barreiros. Preocupado com o avanço da violência no Litoral Sul, a determinação do governador Paulo Câmara é prender os culpados e restabelecer a ordem na região.
O chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle, determinou reforço na segurança para capturar os culpados. Estão na região equipes do Grupo de Operação Especiais (GOE), do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi), da Coordenação de Operações de Recursos Especiais (Core) e do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

CHACINA
A matança em São José da Coroa Grande começou na última quinta-feira (15), com um triplo homicídio, e se alastrou neste sábado com um quíntuplo assassinato. A delegada responsável pelo inquérito, Érica Bezerra, acredita que a chacina deste sábado (17) tenha ocorrido por vingança, em represália às mortes da quinta-feira. “Existe uma disputa pelo território do tráfico em São José da Coroa Grande, que vem sendo pleiteado por grupos criminosos da cidade vizinha de Barreiros”, afirma. Das cinco pessoas assassinadas neste sábado, são quatro homens com idades de 16, 19, 20 e 35 anos, e uma adolescente de 12 anos.



De acordo com a polícia, a menina seria usuária de drogas e estaria fora de casa há vários dias, sendo procurada pela família. Ainda segundo a polícia, a moça era namorada de uma das vítimas.

O clima de medo e insegurança se instaurou na cidade e está prejudicando o turismo e o comércio. O sábado foi de pouco movimento na praia e nas ruas, com as pessoas preferindo se recolher dentro de casa.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados