Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Casinhas atinge apenas 66,97% de cadastramento biométrico

'Situação do recadastramento biométrico em Casinhas é preocupante', diz juiz eleitoral
O prazo se encerra no próximo dia 13 dezembro, mas até agora 66,97% ou 8.503 pessoas, de um conjunto de 12.696 eleitores, efetuaram o procedimento

Conjuntura política atual seria causa para o desinteresse do eleitor em realizar o
recadastramento biométrico, acredita juiz


A situação do cadastramento biométrico nas cidades de Surubim, Vertente do Lério e Casinhas foi a tônica de uma entrevista concedida no último sábado (18) pelo juiz da 34ª zona eleitoral, Joaquim Francisco Barbosa, ao programa "Plantão de Notícias", na Rádio Integração FM. Em Casinhas, por exemplo, o prazo se encerra no próximo dia 13 dezembro, mas até agora 66,97% ou 8.503 pessoas, de um conjunto de 12.696 eleitores, fizeram o recadastramento. "É uma situação bem preocupante", afirmou o juiz.

Em contato com a emissora de rádio, o prefeito de Casinhas, João Camêlo, prometeu que vai entrar em contato com a Justiça Eleitoral para, nesta reta final do processo, tentar estender o atendimento biométrico no município para os finais de semana. O objetivo principal seria atender os casinhenses que trabalham durante a semana em outras cidades e que, por esse motivo, têm maior dificuldade de comparecer ao Posto de Atendimento durante os dias úteis.

De acordo com Joaquim Francisco, o principal problema alegado pela população, a falta de vagas para agendar o procedimento foi resolvido. "No início, a minha preocupação era porque a gente precisava da parceria com os órgãos públicos e demais instituições para atingirmos as metas. Agora, com toda a estrutura que os poderes Executivo e Legislativo nos concederam, o que falta basicamente é interesse do eleitor. Existe vaga para a inscrição mas não temos os interessados", afirmou.

Para o magistrado, a decepção da população com os políticos pode ser a principal causa do desinteresse de parte dos eleitores em realizar o recadastramento. "Eu acredito que talvez seja por conta da conjuntura política atual. Nós temos um quadro nacional em que o povo está desacreditado com a política", opina.

SURUBIM E VERTENTE DO LÉRIO

Nos outros dois municípios que compõe a 34.ª zona eleitoral, Surubim e Vertente do Lério, o recadastramento biométrico também está sendo realizado. Em Vertente do Lério, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) prorrogou o prazo. O período começou no dia 7 de junho e terminou em 16 de novembro, mas nesse espaço de tempo 79,94% do eleitorado foi cadastrado. O percentual representa 6.577 eleitores de um total de 8.277 pessoas. Agora, os pouco mais de 20% que ainda não se recadastraram, tem até o dia 26 de janeiro de 2018 para efetuarem o procedimento.

Em Surubim, por ter uma quantidade maior de eleitores (46.780), o período vai até 27 de março de 2018, porém até esta semana, 58,77% do eleitorado ou 27.492 eleitores foram atendidos. Na Capital da Vaquejada, o recadastramento biométrico é realizado no Fórum Eleitoral, já em Casinhas e Vertente do Lério o atendimento acontece nos postos montados pela Justiça Eleitoral nas duas cidades.

BIOMETRIA

De acordo com o Provimento CRE Nº 33/2017, do TRE/PE o recadastramento biométrico é obrigatório para todos os eleitores em situação regular ou liberada. Quem não fizer o procedimento, terá o título eleitoral cancelado, gerando várias implicações, entre elas, restrições no CPF, o que poderá também acarretar em dificuldades para realizar cadastro em benefícios federais. Além disso, será impedido de tirar passaporte, receber aposentadoria ou pensão paga pelo governo federal, fazer matrícula em instituição de ensino superior, tomar posse em cargo público, entre outros impedimentos.

Com informações da Rádio INTEGRAÇÃO FM e CORREIO DO AGRESTE

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados