Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Investigado no STF, Temer solicita a presença das Forças Armadas em Brasília até o fim de maio

Medida foi adotada pelo presidente após cerca de 35 mil pessoas se reunirem em manifestação contra ele
Michel Temer quer que as Forças Armadas fiquem em Brasília durante uma semana / Foto: Beto Barata/Presidência da República

Foto: Beto Barata/Presidência da República
JC Online

O presidente Michel Temer decretou, em publicação de edição extra do Diário Oficial da União desta quarta-feira (24), a presença das Forças Armadas em Brasília até a próxima quarta-feira (31), último dia de maio. A decisão foi anunciada pelo ministro da Defesa, Raul Jugnmann (PPS-PE) durante coletiva concedida nesta tarde em meio à manifestação contra o presidente, na capital federal.

A área delimitada para atuação das Forças Armadas será definida pelo Ministério da Justiça. Centrais sindicais e movimentos sociais organizaram para hoje um ato contra as reformas propostas pelo presidente, que é alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por ser flagrado em uma gravação comprometedora do empresário dono da JBS, Joesley Batista.

De acordo com Jungmann, o ato, que tinha sido anunciado como pacifico acabou se transformando em uma manifestação comprometida com atos de vandalismo e ameaça às pessoas, sobretudo servidores públicos.


No decreto assinado por Michel Temer não é informado quantos homens serão empregados na ação que deve proteger principalmente os prédios públicos.
Manifestação

Enquanto os manifestante avançavam em direção ao Congresso, houve o registro de confrontos com policiais. A confusão acabou se generalizando e chegando a incêndio em partes externas dos prédios ministeriais e depredação do patrimônio público. Até o fim da tarde, a secretaria de segurança de Brasília havia confirmado um total de duas pessoas feridas e quatro detidas.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados