Responsive Ad Slot

 


Últimas Notícias

latest

Menina de 6 anos que brincava no terraço de casa morre em tiroteio entre Bope e suspeitos de tráfico em Porto de Galinhas

31.3.22

/ por casinhas agreste

Segundo PM, houve confronto nesta quarta (30), na comunidade de Salinas. Prefeitura de Ipojuca, no Grande Recife, informou que vítima ainda foi socorrida, mas não resistiu. Moradores fizeram protesto.
g1 PE
Menina de 6 anos morre após ser baleada durante ação do Bope em Porto de Galinhas

Uma menina de 6 anos que brincava no terraço da casa da avó morreu após ser baleada, nesta quarta (30), durante uma troca de tiros entre policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e suspeitos de tráfico de drogas. O caso ocorreu em Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Grande Recife, segundo a Polícia Militar. A Polícia Civil vai investigar o fato. (veja vídeo acima).

De acordo com a prefeitura de Ipojuca, a criança, identificada como Eloíza, foi levada para Unidade de Pronto Atendimento de Porto de Galinhas e depois para a UPA do Centro da cidade, mas não resistiu. A administração municipal informou que ela levou um tiro no peito.
Por telefone, uma vizinha da família afirmou ao g1 que a menina foi atingida na comunidade de Salinas, por volta das 17h30 desta quarta.

A mulher, que não quis ser identificada, disse que policiais perseguiam um criminoso. "Ficou todo mundo desesperado", contou.

Após o confronto, o comércio foi fechado e moradores de Porto de Galinhas fizeram um protesto. O ato reuniu centenas de pessoas, que pediam justiça.

Eles realizaram uma oração e transmitiram tudo pelas redes sociais. A transmissão foi encerrada por volta das 20h30. Durante a manifestação, os moradores gritavam: "O Bope é assassino".
De acordo com a Polícia Militar, a criança foi socorrida pelo próprio Bope e por moradores da comunidade.
Por nota, a PM informou que a ocorrência "seguia em andamento e ainda não seria possível afirmar como a menina foi atingida e de onde partiu o tiro". Essa informação não foi alterada até a última atualização desta reportagem.

"A PM continua no local e intensifica sua participação na área com coordenação do 18º BPM. Somente quando a situação estiver controlada, será possível prestar maiores informações sobre a ocorrência", disse a corporação, no comunicado.

De acordo com a Polícia Civil, o caso será investigado pela 15ª Delegacia de Polícia de Homicídios, da Delegacia de Homicídios Metropolitana Sul (DPH/DHMS).

Nenhum comentário

Postar um comentário

DIVULGAÇÃO

 


Veja também
© Todos os Direitos Reservados