Responsive Ad Slot

 


Últimas Notícias

latest

PSB tem opções qualificadas para sucessão de Paulo Câmara

17.1.22

/ por casinhas agreste

Blog do Edmar Lira 

Cada dia mais próximo de decidir o candidato que apresentará nas eleições deste ano para a sucessão de Paulo Câmara, que esta semana terá uma agenda intensa de conversas com diversas lideranças da Frente Popular, o PSB chega em vias de decidir o nome que representará o grupo nas eleições com quatro opções extremamente qualificadas para a disputa.

Condutor do processo, Paulo Câmara será o responsável pela indicação do nome, e as opções do PSB reúnem condições políticas e administrativas para sucedê-lo, são eles: os deputados federais Danilo Cabral e Tadeu Alencar e os secretários Geraldo Julio e José Francisco Neto. Dos quatro, todos tiveram passagem pelo executivo, e apenas Zé Neto nunca enfrentou as urnas.

Danilo Cabral, atual deputado federal, já foi vereador do Recife e ocupou as importantes pastas de Educação e Planejamento nos governos Eduardo Campos e Paulo Câmara. Tadeu Alencar, também federal, já foi Procurador Geral do Estado e ocupou a complexa Casa Civil nos governos Eduardo Campos.

Geraldo Julio, por sua vez, teve a oportunidade de ser prefeito do Recife, eleito, reeleito e fez o sucessor, ocupou as pastas de Planejamento e Desenvolvimento Econômico nos governos Eduardo e Paulo Câmara. Por fim, Zé Neto teve forte atuação nos bastidores do governo Eduardo Campos, sendo executivo da secretaria de Administração no primeiro governo Eduardo e executivo da Fazenda no segundo governo, cujo titular em ambas as pastas era Paulo Câmara, Neto também ocupou a secretaria de Administração em 2014. Em 2015 foi chefe da Assessoria Especial, em 2017 foi chefe de gabinete do governador, passou novamente pela Administração e desde 2019 ocupa a importante e fundamental Casa Civil nos governos Paulo Câmara.

Tadeu, Danilo, Geraldo e Zé Neto, além da experiência de terem ocupado várias pastas nas gestões do PSB, são funcionários públicos de carreira, todos oriundos do Tribunal de Contas do Estado, com experiência administrativa comprovada e capazes de suceder Paulo Câmara a partir de 2023.

Contrapartida – O ex-presidente Lula tem buscado consolidar a aliança com o PSB no âmbito nacional. Os socialistas, por sua vez, querem indicar sete candidatos a governador para oficializar o apoio nacional ao PT. Lula tem avaliado com o núcleo duro do partido se vale a pena abrir mão de candidaturas competitivas nos estados para fortalecer a aliança com o PSB.

Dido Vieira – O vice-prefeito de Paulista, Dido Vieira (MDB) tem consolidado sua pré-candidatura a deputado estadual nas eleições deste ano. Seu nome tem sido muito bem recebido na cidade e ele também tem ampliado parcerias importantes em outros municípios.

Fortalecido – O deputado estadual Romero Sales Filho (PTB) tem ampliado as suas bases em busca da reeleição. O grupo do parlamentar saiu mais fortalecido com a vitória da prefeita Célia Sales em Ipojuca em 2020, uma das cidades mais representativas do estado. Romero ainda não definiu o partido por onde tentará a reeleição, mas é disputado por PSDB, Podemos e União Brasil.

Inocente quer saber – O PT aceitará as exigências do PSB para formalizar a aliança em outubro?

Nenhum comentário

Postar um comentário

DIVULGAÇÃO

 


Veja também
© Todos os Direitos Reservados