Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

GARANHUNS - Felipe confessa ter matado Givoneide afogada numa piscina na casa da família e transportado o corpo num carrinho de mão

21.11.21

/ por casinhas agreste

Chegaram até a nossa redação agora a pouco os detalhes sobre o assassinato brutal de Givoneide Alves Ferreira em Garanhuns. A mulher tinha 32 anos, residia no bairro Viana e Moura e havia sumido na última terça, 16 de novembro, mesmo dia em que foi morta. Desesperada, a família registrou um boletim de ocorrência, o que colocou a 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns em diligências no sentido de desvendar o desaparecimento de Givoneide. 

Não demorou muito para os investigadores ligarem os pontos e prenderem o assassino. Trata-se de Felipe Brito de Oliveira, 23 anos, vizinho da vítima, detido por volta das 10 horas deste dia 18 de novembro. 

A pista inicial que levou a polícia ao homicida foi o fato da residência da mulher ter sido encontrada aberta e com vários objetos revirados. Uma moto e uma mochila com alguns pertences dela também haviam desaparecido. 

Entretanto, o fator mais importante para a elucidação do caso foram as imagens de câmeras de segurança da rua de Givoneide obtidas pela polícia.

Elas mostram o momento em que Felipe chama Givoneide para dentro da sua casa e apenas alguns minutos depois sai com o corpo da mulher em um carrinho de mão coberto com um pano. Ato contínuo, o monstro carrega o cadáver para um matagal próximo ao Viana e Moura e enterra Givoneide em uma cova rasa.

Felipe foi interrogado e chegou a confessar o crime. Ele disse que matou Givoneide afogada na piscina da casa da família antes de enterrá-la no mato. O homem foi autuado por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e furto e será encaminhado à audiência de custódia. Foram recuperados a moto e os pertences que Felipe subtraiu da casa da vítima. O corpo de Givoneide foi encaminhado para o IML em Caruaru.

Agreste em alerta

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados