Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Bate boca na Sessão da Câmara de Vereadores de Bom Jardim marca aprovação do Reforma da Previdência que tira direitos dos servidores e professores

11.11.21

/ por casinhas agreste



Na última terça feira, dia 09/11/2021, em segunda votação, foi aprovada a reforma da Previdência de Bom Jardim, que retira uma série de direitos dos professores e servidores municipais em geral. O prefeito enviou os projetos de Lei 01/2021; 02/2021 e 027/2021, para Câmara de Vereadores sem ampla divulgação e debate com os professores e servidores, que apenas ficaram sabendo do ocorrido por meio de um único vereador da oposição, Irmão Bia Motos, que foi contra a reforma e alegou que isso foi uma manobra da gestão e dos Vereadores da situação, visto que os projetos foram apresentados às pressas e não houve tempo para os Vereadores, principalmente, ele, analisar e debater com os servidores, principalmente, os professores. 
O Irmão Bia Motos usou a plenária da casa para defender os servidores e professores, afirmando que a história vai cobrar, as eleições viram e cada Vereador que votou contra os servidores e professores irão ter sua resposta. 
Para Dr. Alex Fernando, Advogado dos Professores, os projetos foram apresentados de forma arbitrária, sem diálogo com o servidor de forma geral, principalmente, os professores. Projetos dessa complexidade não poderiam ser apresentados e aprovados sem amplo diálogo para minimizar os prejuízos dos afetados com a reforma. Ele disse que pediu o adiamento da Sessão da Câmara para que o único Vereador da oposição, irmão Bis Motos, juntamente com ele e os professores, pudessem ter tempo mínimo de avaliar os projetos e apresentarem emendas/propostas, mas, infelizmente, foi negado pelo presidente da casa, o Vereador Lenilson do Posto.
O advogado acrescentou ainda que é fato que a Reforma da Previdência deve acontecer em todos os Estados do Brasil e Municípios, para se adequar a Reforma da Previdência aprovada no Congresso Nacional em 2019, porém, tem algo que deve ser observado e que está sendo omitido pelos Vereadores de situação e Prefeitos: Os Estados e Municípios têm autonomia para fazerem suas reformas, não é obrigado seguir à risca os termos da Reforma Nacional aprovada no Congresso em 2019. Essa autonomia permite que se discuta com os servidores de forma geral os temos da reforma, de modo a diminuir seus impactos na vida dos servidores, principalmente a dos professores. Dr. Alex lamenta a forma que se deu a Sessão da Câmara de Bom Jardim, na última terça feira, mas segue defendendo o interesse dos professores a ferro e fogo, visto que é uma classe, junto aos demais servidores, que trabalham cada vez mais e recebem cada vez menos, e nem em sua “velhice” conseguem sobreviver bem com furto de anos de trabalho e dedicação.
Com a reforma, uma série de direitos são retirados, e obrigações são impostas. Os professores aposentados que recebem mais de dois salários, agora terão que contribuir com até 14% para o fundo municipal da previdência própria, além da idade e tempo de serviço que também aumentaram. Isso são só dois exemplos básicos. O advogado disse ainda que, além do absurdo de como foram apresentados os projetos, o tempo foi ínfimo, insuficiente para qualquer discussão.
O advogado também apela para os servidores, em especialmente, os professores, não desistam. Lutem, cobrem de seus Vereadores, para tentar diminuir os prejuízos causados pela reforma, que se não chegou ainda no seu estado e município, vai chegar com certeza!.
“Fica claro que essa situação é mais uma retirada de direitos dos trabalhadores, e onde vamos parar, como vão comer, pagar as contas, os remédios? Como vão sobreviver!? Só resta lutar, persistir e ser resilientes, não se pode ficar de braços cruzados.” Disse o advogado Dr. Alex Fernando.
Parabéns aos servidores e professores pela luta, e ao único Vereador irmão Bia Motos, que ficou ao lado da classe. E ao estimado advogado Dr. Alex Fernando, por sempre está defendendo os trabalhadores, dando a cara a tapa, e brigando com unhas e dentes.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados