Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

STJ determina o afastamento do Governador do Tocantins. Polícia Federal faz buscas na casa dele e na sede do Governo

20.10.21

/ por casinhas agreste

Carlesse ainda não se manifestou. PF faz buscas na casa dele e na sede do governo estadual. Objetivo é apurar suspeita de pagamento de propina relacionada ao plano de saúde dos servidores estaduais e obstrução de investigações.
 G1 Tocantins

Polícia Federal cumpre mandados na casa do governador do Tocantins — Foto: Ana Paula Rehbein/TV Anhanguera

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou o afastamento do governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), por 6 meses, em uma investigação sobre suposto pagamento de propina e obstrução de investigações. A decisão de afastamento do governador é do ministro Mauro Luiz Campbell e será submetida ao pleno da Corte do STJ, que pode mantê-la ou revogá-la, ainda nesta quarta-feira (20).

O g1 procurou a assessoria e a defesa de Mauro Carlesse por volta das 7h15 e aguarda posicionamento.

A Polícia Federal faz buscas na casa de Carlesse e na sede do governo do Tocantins na manhã desta quarta-feira. Segundo a Polícia Federal, as buscas fazem parte de duas operações simultâneas que investigam pagamento de propina relacionada ao plano de saúde dos servidores estaduais e obstrução de investigações.

O objetivo, segundo a polícia, é desarticular uma organização criminosa que supostamente agiu para impedir ou obstruir investigações que apuravam ilícitos relacionados à cúpula do governo estadual.

Os inquéritos, que tramitaram sob sigilo na Corte Especial do STJ, também encontraram indícios do pagamento de vantagens indevidas ligadas ao Plano de Saúde dos Servidores do Estado do Tocantins e a estrutura montada para a lavagem de ativos, bem como indicou a integralização dos recursos públicos desviados ao patrimônio dos investigados.

PF cumpre mandando de busca e apreensão na casa do governador do Tocantins
PF cumpre mandando de busca e apreensão na casa do governador do Tocantins

Segundo nota da Polícia Federal, as investigações começaram há cerca de dois anos e "reuniram um vasto conjunto de elementos que demonstram um complexo aparelhamento da estrutura estatal voltado a permitir a continuidade de diversos esquemas criminosos comandados pelos principais investigados". A PF também informou que as equipes chegaram a Palmas em um avião da FAB para evitar vazamento de informações.

Esta reportagem está em atualização.

Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados