Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Quase meio milhão de pessoas estão com a segunda dose atrasada da vacina contra a Covid-19 em Pernambuco

7.10.21

/ por casinhas agreste

No estado, há 486 mil pessoas com a segunda dose em atraso. Análise foi feita a partir de dados preenchidos por 93% dos municípios pernambucanos.
Por Antonio Coelho, TV Globo

Pernambuco tem quase meio milhão de pessoas com a segunda dose atrasada da vacina contra a Covid-19, segundo dados do Programa Nacional de Imunizações (PNI). O levantamento foi feito a partir de dados preenchidos por 93% dos municípios pernambucanos. Ao todo, 486 mil pessoas estão com a segunda dose em atraso, considerando o intervalo de cada fabricante do imunizante (veja vídeo acima).

As informações foram divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde. São 254 mil pessoas com a segunda dose do imunizante da AstraZeneca/Fiocruz em atraso, acima dos 90 dias previstos.

Outros 93 mil pessoas que não tomaram a segunda dose da Coronavac/Butantan, passando dos 28 dias. Também há 138 mil pessoas que ultrapassaram o prazo de 60 dias para a segunda dose da vacina da Pfizer/BioNTech.

No Recife, 34 mil pessoas estão com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 atrasada. Isso representa 4% dos que já podem se vacinar duas vezes e se considerar completamente imunizados.

De acordo com a secretária executiva de Planejamento da Saúde do Recife, Yluska Reis, dessas pessoas, 20 mil tem entre 18 e 29 anos. Ela disse que as mulheres são maioria entre quem não voltou para tomar a segunda dose na cidade, com um número equivalente a 54%.

“Parte dessas pessoas pode ter realizado a segunda dose em outro município, parte tem algum medo de alguma reação, ou por ter tido na primeira dose, ou por ter visto alguém que teve uma reação ainda que leve. Outras acreditam que a primeira dose já é suficiente”, afirmou.
“Só com a segunda dose a gente garante, de fato, uma maior proteção. Os números mostram que a gente tem uma queda expressiva tanto de óbitos quanto de casos novos na cidade”, declarou.
O operador de som e de imagem Ednaldo França fez o agendamento assim que chegou a data de tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. “Em nenhum momento eu pensei na possibilidade de atrasar. Faltando dez dias, eu já entrei no site para agendar. Tem que ser”, disse.


A aposentada Anita de Araújo Monteiro, de 82 anos, já tomou a dose de reforço da vacina contra a Covid-19. “A vacina representa saúde, que eu estou imunizada, que posso abraçar, que eu posso dar uma bicudazinha [um beijo]. Vacina é providencial. Graças a Deus, ela chegou", comemorou.

Região Metropolitana
Com relação à população completamente vacinada, Camaragibe é uma das cidades da Região Metropolitana com o menor percentual, com 25,98%. Na cidade, 3.412 pessoas estão com a segunda dose em atraso.

“A gente tem traçado estratégias de fazer busca ativa, mas mesmo assim, quando a gente entra na parte de trabalhadores aqui de Camaragibe, a gente tem essa dificuldade porque as vezes eles saíram do município, da empresa”, contou a diretora em atenção primária de Camaragibe, Ana Perez.

Ana Perez é diretora em atenção primária de Camaragibe — Foto: Reprodução/TV Globo
Ana Perez é diretora em atenção primária de Camaragibe — Foto: Reprodução/TV Globo


Em Itapissuma, faltam 9.853 pessoas tomarem a segunda dose, incluindo quem passou do prazo e quem aguarda a data de tomar a segunda vacina. A prefeitura do município não informou quantas pessoas estão com a segunda dose em atraso.

Na cidade de Igarassu, 1.125 pessoas estão com o esquema incompleto porque não foram tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Os atrasados têm entre 60 e 85 anos.

Em Jaboatão dos Guararapes, até o fim de agosto, aproximadamente sete mil pessoas não tinham voltado para tomar a segunda dose.

A prefeitura de Ipojuca disse que está em dia com a vacinação e que ninguém deixou de tomar a segunda dose no período correto. O município reforçou que quem perdeu a data não precisa realizar novo agendamento, basta apenas se dirigir a algum ponto de vacinação levando o cartão de vacinação e um documento com foto.

As prefeituras de Olinda, Paulista, Moreno, Cabo de Santo Agostinho, Itamaracá, Abreu e Lima, Araçoiaba e São Lourenço da Mata também foram questionadas pela TV Globo sobre o número de pessoas com a segunda dose em atraso, mas não responderam até a última atualização desta reportagem.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados