Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Homem é preso por suspeita de envolvimento na morte de menina de 2 anos que apresentava sinais de violência sexual

31.10.21

/ por casinhas agreste
Nicolly Vitória Silva Almeida, de 2 anos, foi morta com sinais de violência sexual — Foto: Reprodução/WhatsApp
Suspeito é filho de mulher que foi presa inicialmente por suspeita de participação no crime. Menina morreu no dia 22 de outubro.

Um homem foi preso pela Polícia Civil por suspeita de envolvimento na morte da menina Nicolly Vitória Silva Almeida, de 2 anos, em Paulista, no Grande Recife. O corpo da criança tinha lesões e, de acordo com a polícia, sinais de violência sexual. Além dele, uma mulher de 50 anos também foi detida, no dia em que ocorreu o crime.

A menina morreu no dia 22 de outubro. Por meio de nota, a Polícia Civil confirmou que houve a prisão de um homem e que a captura "está relacionada ao caso da menina". A corporação não divulgou detalhes sobre o caso nem qual seria a participação do homem no crime.

'Disseram que ela se engasgou com mingau, depois, com cuscuz', diz mãe
O suspeito foi identificado como Leocimar Jandir da Silva Cunha, de 21 anos. Ele é filho de Rosângela Maria da Silva, mulher que foi presa inicialmente por suspeita do crime. O rapaz, que trabalha como músico, foi preso na sexta-feira (29).
Procurado pela reportagem do g1, o advogado de defesa de Leocimar, Luciano Dias, afirmou que preferia se pronunciar sobre o caso depois que tivesse acesso ao inquérito policial.
O advogado de defesa de Rosângela Maria da Silva informou que, também na sexta-feira, a mulher foi posta em liberdade. A Polícia Civil, no entanto, não se pronunciou sobre esse fato.
O g1 entrou em contato com a Secretaria Executiva de Ressocialiação (Seres), mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.
Por meio de nota, a Polícia Civil informou que "mais informações serão repassadas em momento oportuno".

O caso

Mãe pede justiça pela morte de menina de 2 anos encontrada com sinais de violência sexual
A mãe de Nicolly, Nathália Silva Ferreira, de 24 anos, saiu para trabalhar no dia 21 de outubro e, na sexta-feira, ainda a trabalho, recebeu a notícia da morte da filha (veja vídeo acima).
Ela morava num terreno em que também vive a família de Rosângela Maria da Silva, que a ajudava a cuidar da criança para que ela trabalhasse para sustentar os cinco filhos. Somente a menina de 2 anos morava com a mãe.
Nathália contou que pagava R$ 400 por mês para que a nora de mulher que está presa cuidasse da filha dela. Foi a babá que comunicou a ela a morte da filha, dizendo que a criança tinha se engasgado com cuscuz e, depois, com mingau.

O advogado de defesa da mulher que foi presa disse que ela e outro filho não estavam em casa quando a menina foi morta e que eles tinham saído para fazer um trabalho espiritual e que, devido à hora, ambos decidiram dormir em um motel.

G1 PE

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados