Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Afegã grávida tem bebê dentro de avião militar dos EUA

22.8.21

/ por casinhas agreste

Piloto teve que fazer manobra rasante para aumentar a pressão dentro da aeronave.
 G1

Após o pouso, os militares auxiliaram a mulher no trabalho de parto e o bebê nasceu na área de carga do avião. (Foto: Reprodução)
Uma mulher grávida afegã deu à luz a uma menina dentro de um avião militar dos Estados Unidos depois de fugir do Afeganistão. Durante um vôo de uma base no Oriente Médio para a Alemanha, a mãe entrou em trabalho de parto e começou a ter complicações.

O piloto decidiu voar mais baixo para aumentar a pressão do ar na aeronave. A manobra deu certo e ajudou a estabilizar o estado de saúde da mãe.


 
Após o pouso, os militares auxiliaram a mulher no trabalho de parto e o bebê nasceu na área de carga do avião. A menina e a mãe foram levadas para uma unidade médica da cidade e passam bem. As informações são da Força Aérea dos EUA.

Com a chegada do Talibã ao poder no Afeganistão, histórias como essa se tornaram rotina no país. As cenas de mulheres tentando entregar seus filhos pequenos para salvá-los enquanto uma multidão se espremia para tentar fugir do país por causa da tomada do poder pelo Talibã comoveu e preocupou muita gente (veja abaixo). Algumas crianças chegaram a ficar feridas pelos arames da cerca.

Farista Rahmani, mãe de Hadiya, se perdeu de seu marido, Ali Musa Rahmani, e ficou com medo de que a filha ficasse ferida ou acabasse caindo e sendo pisoteada na confusão. Por isso decidiu entregar o bebê aos soldados, segundo a agência Reuters.

Os soldados então se encarregaram de trocar a fralda de Hadiya e alimentá-la, além de garantir um rodízio de colos para que ela se acalmasse.

A Agência de Refugiados da ONU faz um apelo para que países que fazem fronteira com o Afeganistão mantenham as fronteiras abertas para a entrada de imigrantes.

Os Estados Unidos aconselharam, neste sábado (21), que norte-americanos no Afeganistão evitem ir para o aeroporto de Cabul, após milhares de pessoas terem tentado fugir do país depois que o Talibã assumiu o poder.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados