Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Primeira parcela do Auxílio Emergencial pode ser liberado dia 18 de março

4.3.21

/ por casinhas agreste

Votação da PEC Emergencial está prevista para acontecer nesta quarta-feira (3)
A votação no Senado da PEC Emergencial está prevista para ser realizada hoje. A medida que trás controle dos gastos públicos foi modificada para viabilizar o pagamento do novo auxílio emergencial no Orçamento deste ano.
A primeira vez que a proposta foi apresentada foi ainda em 2019, quando o governo tinha o objetivo de criar mecanismos de restrição de gastos em momentos onde o governo federal, estados e municípios estivessem em situação de emergencial fiscal.
Contudo, com a pandemia, o projeto havia sido deixado em segundo plano e só voltou a atenção agora com o fim do pagamentos das nove parcelas do auxílio emergencial. Logo, o governo federal colocou a aprovação da PEC como uma condição para que possa ser liberada uma nova rodada de pagamentos do benefício emergencial.

Auxílio pode ser liberado dia 18
Se tudo ocorrer como o previsto e a PEC sendo aprovada esta semana existem grandes chances de que o auxílio emergencial seja liberado dia 18. A data no entanto se refere as declarações do presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira (PP-AL).

O deputado Arthur Lira, afirmou nesta segunda-feira (1º), que a primeira parcela do novo auxílio emergencial deverá ser pagar ainda neste mês.

Vale lembrar que os beneficiários do Bolsa Família terão direito a nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial, logo, com a afirmação de Arthur Lira e pegando com base o calendário de pagamentos do Bolsa Família que se inicia no dia 18 de março. A liberação da nova rodada de pagamentos pode acontecer no prazo de até 15 dias.

Contudo, para que isto possa acontecer o Congresso e o Senado precisam aprovar a PEC Emergencial e o governo precisará enviar um projeto de lei ou medida provisória com as definições de pagamento da nova rodada para que o pagamento possa acontecer a partir do dia 18 de março.


Aplicativo para consultar benefício
O auxílio emergencial poderá ser acessado através do site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP Caixa, para sistemas IOS e Android. Os usuários podem adquirir o programa gratuitamente.

Veja como realizar o cadastro:
Para instalar o aplicativo, você precisará clicar em “Realize sua solicitação” do auxílio emergencial;
Depois, na tela seguinte, você poderá conferir os requisitos necessários;
Você estando apto, deverá clicar em “Declaro que li e tenho ciência que me enquadro em todas as condições acima.” e em “Autorizo o acesso e uso dos meus dados para validar as informações acima”;
Para prosseguir com o cadastro, você vai clicar em “Tenho os requisitos, quero continuar”;
Na tela seguinte, informe seus dados completos e clique em “Não sou um robô” e em “Continuar”;
Depois de finalizar o dadastro, a solicitação do benefício poderá ser acompanhada, consultando no próprio site ou aplicativo.
Após finalizar o cadastro, a solicitação do benefício poderá ser acompanhada, consultando no próprio site ou aplicativo.
Em casos de dúvidas, entre em contato com a central telefônica 111 da Caixa que estará disponível.
Quem precisa baixar o aplicativo?
Vão precisar se cadastrar os informais que não estão inscritos no CadÚnico (Cadastro Único), não beneficiários do Bolsa Família, contribuintes individuais do INSS e os MEIs (Microempreendedores Individuais).

BENEFÍCIO HÁ 20 HORAS
Caixa continua com calendários de pagamentos do auxílio emergencial
Novo auxílio emergencial terá valores de R$ 175, R$ 250 e R$ 375; veja quem recebe quanto e previsão de início
AUXÍLIO EMERGENCIAL EM 2021 HÁ 21 HORAS
Compromisso foi acertado após reunião com ministro Paulo Guedes
Após retirada de pontos polêmicos, proposta que viabiliza novo auxílio emergencial deve ser votada nesta quarta (3)
CÂMARA DOS DEPUTADOS HÁ 23 HORAS
Aplicativo do auxílio emergencial ao trabalhador
Auxílio emergencial pode ser aprovado e começar a ser pago mais rápido
ECONOMIA 02/03/2021 21:22
Paulo Guedes afirmou que  será preciso enfrentar a segunda onda da crise do coronavírus, que é a econômica
Auxílio emergencial ainda não foi ''disparado'' porque a PEC precisa ser aprovada, diz Paulo Guedes
Prorrogação do auxílio emergencial
Os brasileiros continuam esperando a volta do auxílio emergencial, e a aprovação da PEC Emergencial que será votada amanhã (3), que liberará o pagamento do benefício. Valor deverá ser de quatro parcelas de R$ 250,00.

Porém, o presidente da Câmara dos Deputados confirmou o valor do auxílio em R$ 250,00 em quatro parcelas, através das redes sociais. Segundo Lira, houve uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para tratar, além do auxílio emergencial, das entregas das 140 milhões de vacinas.

Enquanto isso, o presidente Bolsonaro criticou os estados brasileiros que aderiram novamente ao lockdown. Segundo ele, a medida para tentar frear o avanço da pandemia do novo coronavírus é “politicalhada”. De acordo com Bolsonaro, os estados que aderirem às medidas de controle à pandemia deverão “bancar” o auxílio emergencial após os novos quatro meses de pagamento.

Bolsonaro continuou afirmando que os governadores do país “não podem continuar fazendo política e jogando no colo do presidente da República essas responsabilidades”

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados