Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Caruaru registra 13 abalos desde a terça-feira (8)

09/09/2020

/ por casinhas agreste
Com novo tremor de 2.5 graus, Caruaru registra 13 abalos desde a terça-feira (8)
Pelo menos 40 episódios sísmicos foram registrados na cidade, mas nem todos são perceptíveis
Em intensa atividade sísmica, Caruaru, no Agreste de Pernambuco, registrou um tremor de terra de 2.5 graus de magnitude preliminar, na manhã desta quarta-feira (9). Segundo o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN), o tremor ocorreu às 10h36.

A cidade registrou pelo menos 40 tremores de terra desde a terça-feira (8). Segundo dados do LabSis, no entanto, nem todos são perceptíveis - apenas aqueles de magnitude mais alta, que já contabilizam pelo menos 13. Os outros tremores mais fortes foram de 2.0 graus, às 23h18 da terça, e dois de 1.8 graus, à 0h09 e às 2h10 desta quarta. 


"Sempre teve tremores na cidade, que são registrados desde o século XIX. Tem época que tem mais, tem época que tem menos. Vale lembrar que tremor registrado não é o mesmo que tremor sentido", explica o pesquisador do LabSis/UFRN, Joaquim Ferreira.  

Técnicos do laboratório devem chegar à cidade na próxima sexta-feira (11). Eles devem identificar a necessidade de instalação de novos equipamentos para medir os abalos, segundo a Defesa Civil de Caruaru.


Leia também
• Tremores de terra são registrados em Caruaru• Mais dois tremores de terra são registrados no Interior de Pernambuco• Tremores de terra são registrados em municípios baianos• Novos tremores de terra são registrados no interior da Bahia• Caruaru registra pelo menos nove tremores de terra em 24 horas
De acordo com o laboratório, o abalo de 2.5 graus foi sentido pela população e registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN. 

A RSBR ressalta que não é possível saber se a atividade vai continuar com vários sismos ou se vai cessar temporariamente. A Defesa Civil de Caruaru, que não recebeu nenhum chamado de emergência até o momento, segue com equipes em campo para estudar a atividade sísmica. 

Histórico
Relatos históricos apontam que o tremor de terra mais forte já registrado em Caruaru ocorreu nos anos 1960. Não há dados técnicos sobre o evento, mas informes e reportagens da época indicam um abalo de 3.8 graus, considerado forte para os padrões da região.

A intensidade dos tremores registrados em Caruaru é considerada baixa. A região costuma registrar atividades sísmicas do tipo por estar localizada bem no meio de uma falha geológica, a zona de cisalhamento Pernambuco-Leste. As falhas são focos vulneráveis de atividades sísmicas. A falha geológica pernambucana começa no Oceano Atlântico e corta todo o Estado na direção Leste-Oeste e termina no interior do Piauí.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados