Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Pernambuco tem mais de 100 mil casos confirmados da Covid-19

06/08/2020

/ por casinhas agreste
Diario de Pernambuco

Após um mês internado, Efigênio teve alta no dia 17 de julho. )
Após um mês internado, Efigênio teve alta no dia 17 de julho. (Foto: Divulgação)
Pernambuco ultrapassou, nesta quarta-feira (5), a marca de 100 mil casos confirmados da Covid-19. De acordo com o novo boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) sobre a doença, são 100.321 confirmações. O estado tem ainda 77.142 pessoas recuperadas e chegou a 6.758 mortes relacionadas ao novo coronavírus.

PUBLICIDADE

O aposentado Efigênio do Monte, 68 anos, foi um dos pacientes pernambucanos a receber confirmação de que estava com a Covid-19. Na batalha contra o novo coronavírus, foram 30 dias internado, sendo 21 na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Provisório Recife 1, na Rua da Aurora, área central da cidade.

Os primeiros sintomas surgiram pouco antes do São João deste ano. Tosse e cansaço foram os sinais de alerta. Efigênio, que vive no Vasco da Gama, Zona Norte do Recife, foi socorrido e levado à Policlínica Professor Barros Lima, em Casa Amarela, a 700 metros de onde mora. Lá, passou quase dois dias, até ser encaminhado ao hospital de campanha no Centro. 

"O que mais senti falta foi da minha família, principalmente dos meus filhos, netos e da minha esposa, que é o meu 'diamante negro'. Tive muita fé e me recuperei após o tratamento", afirma Efigênio, que recebeu alta no dia 17 de julho. Para aliviar a saudade, a equipe que cuidou do paciente fazia videochamadas com a família e enviava mensagens diariamente. 

A esposa de Efigênio, a dona de casa Luciene Ferreira, 57, também teve a doença, mas sem gravidade. "O único sintoma que tive foi perder o olfato. Sente que vou colocar um perfume, tenho o costume de cheirá-lo na mão. No dia 16 de junho, fiz isso e não senti nada. Estranhei e, para fazer um teste, coloquei água sanitária na outra mão e cheirei. Também não senti nada. Fui para a Barros Lima e fiz tratamento com antibiótico. Depois, fiz um exame particular que detectou anticorpos", conta Luciene.

Números

Nesta terça-feira, a Secretaria Estadual de Saúde registrou 1.488 novos casos da Covid-19. Segundo a pasta, o aumento no número de casos no informe de hoje, em comparação ao de ontem (quando foram confirmados 432 novos casos), foi motivado pelo atraso - e consequente acúmulo de notificações - pelos municípios. Das confirmações de hoje, 84 (5,6%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Os outros 1.404 (94,4%) são casos considerados leves, ou seja, de pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que já estavam curados ou na fase final da doença. Pernambuco totaliza 100.321 casos confirmados, sendo 23.955 graves e 76.366 leves.

O boletim também registra 77.142 pacientes recuperados da doença, o que representa 76,8% do total de infectados pela Covid-19 em Pernambuco. Destes, 13.222 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 63.920 eram casos leves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 183 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes de outros estados e países.

Foram confirmados laboratorialmente 41 óbitos, sendo 20 pacientes do sexo masculino e 21 do sexo feminino. Com isso, o estado totaliza 6.758 mortes pela doença. As mortes registradas no boletim de hoje ocorreram entre 21 de maio e 4 de agosto. Do total, 11 (26,8%) ocorreram nos últimos três dias, sendo cinco mortes registradas ontem; três mortes na segunda-feira (3) e três no domingo (2). Os outros 30 óbitos (73,2%) ocorrem entre os dias 21 de maio e 1º de agosto. Os pacientes tinham idades entre 25 e 93 anos, além de uma criança de 5 meses.

Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Araripina (1), Bezerros (1), Camaragibe (1), Canhotinho (1), Carnaíba (1), Caruaru (1), Catende (1), Flores (1), Garanhuns (2), Gravatá (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Jupi (1), Lagoa Grande (1), Olinda (7), Paulista (2), Pedra (1), Pesqueira (1), Petrolândia (1), Petrolina (1), Poção (1), Recife (6), Ribeirão (1), São Caetano (1), São José do Belmonte (1), Tabira (1), Timbaúba (1) e Tracunhaém (1).

Dos 41 pacientes que vieram a óbito, 34 apresentavam comorbidades confirmadas, como diabetes (17), doença cardiovascular (16), hipertensão (14), obesidade (6), doença renal (3), doença hepática (3), doença respiratória (3), AVC (3), Alzheimer (2), câncer (1), tabagismo (1). A SES-PE esclarece que um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais casos ainda estão em investigação.

Entre os profissionais de saúde com sintomas de gripe, até agora, 19.363 casos foram confirmados e 26.855 descartados. Outros 35 casos ainda estão em investigação. Até essa terça (4), do total de profissionais de saúde que contraíram a doença (19.277), 94,1% já estão curados. A categoria com mais casos confirmados é a de auxiliar/técnico de enfermagem, com 5,4 mil testes positivos para a Covid-19. Depois, aparecem enfermeiros (2.280 confirmações); médicos (1.609) e biomédicos (1.358). As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública - estadual e municipal - ou privada. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados