Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Polo de Confecções passa a vender máscaras online

08/05/2020

/ por casinhas agreste
Diário de PE
Foto: Rhuda Jardim/Divulgação
O Polo de Confecções de Pernambuco, no Agreste do estado, contabiliza mais de 2 milhões de máscaras de tecido vendidas para o combate à Covid-19, e passa a comercializar através de um canal na internet. A loja virtual Máscaras para Todos (www.mascarasparatodos.org.br) pretende garantir a massificação do comércio do item de proteção com entrega rápida e pagamento online. Toucas e capotes hospitalares também estarão disponíveis para venda no site.

Segundo o  presidente do NTCPE, Wamberto Barbosa, cada máscara é vendida pelo preço unitário médio de R$ 1,6, o que resulta em um faturamento de R$ 3,2 milhões às cerca de 100 micro e pequenas empresas envolvidas. A entrega das vendas através do site, dentro da Região Metropolitana do Recife, será feita em parceria com a startup pernambucana iBoltt. Para interior e o restante do país, as entregas serão via Correios.

A produção de máscaras, estratégica para a pandemia, foi uma alternativa para empresas que fecharam as portas nesta crise e poderá ser outro nicho depois. “É um universo novo para o setor. Desenvolvemos cadernos técnicos, em março, e as empresas foram treinadas. Algumas estão descobrindo um novo nicho, especialmente aquelas que estão voltadas para fardamento”, diz Barbosa. 

A plataforma disponibiliza vendas de máscaras em pacotes de cinco, 10, 50 ou 100 unidades, com opção de pagamento em crédito, débito ou boleto bancário. Ontem, no primeiro dia de operacionalização fez venda para outros estados do país. Segundo Barbosa, o Máscara Para Todos foi criado para aumentar o raio de alcance da produção voltada para a pandemia, mas servirá como um piloto para outra plataforma voltada ao Polo de Confecções, parceria entre a Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) e a Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper). A previsão é que a ferramenta comece a funcionar em setembro e seja um canal de vendas diretas ao atacado.

São cerca de 100 empresas do Estado produzindo máscaras e outras 15, batas cirúrgicas. A capacidade de produção destas unidades fabris ultrapassa as 20 milhões de peças por mês, somente no que diz respeito aos protetores faciais. Importante destacar que o Polo de Confecções, capitaneado pelos municípios de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, movimenta quase R$ 6 bilhões em negócios por ano e ocupa 250 mil trabalhadores em todo o Estado. 

Desde abril, o governo do estado disponibilizou linhas de crédito e apoio técnico para a produção das máscaras e de outros equipamentos de proteção individual (EPIs). O próprio Governo de Pernambuco adquiriu um lote de 1 milhão de máscaras e 200 mil unidades de protetores faciais para abastecer os servidores que continuam trabalhando em contato com o público.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados