Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

APELO A POPULAÇÃO:Com quase 90% dos leitos ocupados, estado faz apelo:'Acreditem na gravidade da situação'

15/04/2020

/ por casinhas agreste
Com 1.284 casos confirmados e 115 mortes, estado faz apelo à população: 'Acreditem na gravidade da situação'


Entre essa segunda-feira e esta terça, foram abertos 37 novos leitos de UTI no estado. (Foto: Piero Cruciatti/AFP )
Com a ocupação dos novos leitos de UTI criados para a Covid-19 variando entre 80% e 90%, o secretário estadual de Saúde, André Longo, fez um apelo, nesta terça-feira (14), para que os pernambucanos mantenham o distanciamento social. Na tarde desta terça, a ocupação dos 204 leitos de UTI do estado exclusivos para o novo coronavírus era de 88%, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde(SES-PE). "Acreditem na gravidade da situação. Não alimentem falsas esperanças. O vírus não tá indo embora", disse o secretário. Dos 1.284 casos confirmados no estado, 425 são profissionais de saúde. Pernambuco totaliza 115 mortes por Covid-19.

Entre os dias 20 e 23 de março, a taxa de ocupação de leitos de UTI no estado era de 49%. Atualmente, mesmo com a abertura de novas vagas, o índice tem variado entre 80% e 90%, às vezes superando a marca dos 90%, segundo André Longo. "Nos últimos 30 dias, abrimos 467 novos leitos, sendo 204 de UTI. É um recorde na saúde pública no estado, mas a velocidade da doença pode comprometer esse esforço", afirmou o secretário.

Nesta terça, dos 204 leitos de UTI abertos, 180 estavam ocupados. A ocupação média dos novos leitos está em 74% com pacientes com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave, suspeitos e confirmados da Covid-19. Leitos de enfermaria têm ocupação de 64% e de UTI, 88%.

Um hospital privado, localizado na Zona Sul do Recife, que estava desativado desde 2018, foi requisitado administrativamente pelo governo de Pernambuco. A unidade está passando por reformas e abrirá os primeiros leitos ainda esta semana, passando a compor a rede estadual de saúde, atuando de forma dedicada, exclusivamente, para a atenção aos pacientes com a Covid-19. Ao todo, a estrutura contará com 230 leitos, sendo 100 de UTI. Hospitais de campanha serão abertos em três cidades do interior do estado. 

Em nota, a SES-PE informa que o governo de Pernambuco "continua monitorando, por meio do Gabinete de Crise, comandado pessoalmente pelo governador Paulo Câmara, a evolução da doença no estado e no Brasil, e a partir da necessidade, essa rede será incrementada, seja com a contratação de leitos junto à rede privada, seja com novos leitos na rede própria".

Há três semanas, a média de internações por Síndrome respiratória aguda grave (Srag) era de 21 por dia. Agora, são cerca de 45 diariamente. "Cada um dos pernambucanos pode fazer a sua parte para a capacidade atual do sistema não transbordar. Você pode adoecer e não ter um leito, seja na rede pública ou privada", enfatizou Longo. Nas UTIs do estado, 63 pacientes têm diagnóstico fechado que confirma a Covid-19. Outros 117 tem Srag e aguardam resultado de exame para o novo coronavírus ou tiveram a condição provocada por outro agente.

Entre essa segunda-feira (13) e esta terça, foram abertos mais 37 leitos de UTI. "Tentamos estar sempre um passo à frente do vírus. Seguimos um cronograma que envolve uma série de ações e que tem como prioridade a abertura de novos leitos diariamente", pontuou o secretário estadual de Saúde.

O médico Demetrius Montenegro, chefe do setor de Infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), explicou ainda que o tempo de permanência dos pacientes nos leitos gera uma necessidade de manutenção das medidas de distanciamento social. Segundo ele, o tempo médio de ocupação nas enfermarias é entre cinco e sete dias. Nas UTIs, porém, o tempo salta para 21 dias. "O leito fica preso por um tempo prolongado, por isso, as pessoas precisam continuar em casa e caso apresente qualquer sintoma gripal, se isolar", ressaltou.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados