Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Aroeiras atingiu 88 mm,atingindo o maior índice pluviométrico na última quarta feira. Moradores comemoram barreiros cheios

24/01/2020

/ por casinhas agreste
Moradores da zona rural de Aroeiras comemoram barreiros cheios após as fortes chuvas
Foto: Josineide Nunes e Alcione Alves

Moradores da zona rural de Aroeiras, no Agreste paraibano, comemoram a chegada das chuvas que aconteceram nesta terça feira 22/01 até esta quinta feira. O registro fotográfico foi feito por duas moradores da comunidade do Sítio Papagaio. Segundo a AESA - Agência Executiva de Gestão das águas do Estado da Paraíba, o Município de Aroeiras atingiu 88 milímetros na última quarta feira. a climatologia foi de 40,1 milímetros e a contribuição no período foi de 219,5 %. Aroeiras ocupou o primeiro lugar em índice de chuvas seguido de Lagoa Seca, também no Agreste que obteve 82,5 mm.Confira os números das chuvas na última quarta feira dia 22
A moradora do Sítio Papagaio, que fica na zona rural de nome Alcione Alves comemorou em facebook os barreiros cheios. Outra moradora Josineide Nunes também destacou os reservatórios cheios ocasionados pela forte chuva naquela comunidade.  
Exatamente há 16 anos, uma forte chuva inundou o centro de Aroeiras, no dia 21 de janeiro de 2004, Aroeiras foi atingida por 96 milímetros, ultrapassou o índice deste ano. Relatou a Professora e comerciante Elaine Arruda. O professor Osvaldo Bernardo, relatou que nesse mesmo ano e mês, mais de mil famílias que moravam às margens do Rio Paraíba, nas comunidades de cajá,melancia (Itatuba) Ilha Grande,Pedro Velho,Cafundó (Aroeiras) Junco e parte de Água Paba (Natuba) Foram expulsas de seus locais de origem por um motivo a mais.O Rio Paraíba se encontrava Barrado com a construção da Barragem de Acauã entre os municípios de Itatuba e Natuba.













Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados