Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Paraíba: Polícia Militar localiza criança raptada e prende mãe e filha suspeitas do crime em Coremas

01/11/2019

/ por casinhas agreste
Após receber a denúncia, os policiais militares do 4º Pelotão de Polícia Militar de Coremas fecharam o cerco em todas as cidades do Vale do Piancó
 ClickPB
Uma multidão chegou a se formar com intenções de cometer um linchamento contra as acusadas. A mesma multidão aplaudiu o trabalho da polícia. (Foto: Reprodução)
Duas mulheres foram presas pela Polícia Militar em Coremas, nesta quinta-feira (31), suspeitas de raptar uma criança de 3 anos de idade em Piancó, no Sertão da Paraíba.Maria Leite Melo Eufrásio, 48 anos, e sua filha Tatiane Eufrásio Melo, 27, são suspeitas de raptar Maria Alice, de apenas 3 anos de idade.
O caso mobilizou a população da região de Piancó. Após receber a denúncia, os policiais militares do 4º Pelotão de Polícia Militar de Coremas fecharam o cerco em todas as cidades do Vale do Piancó para localizar a criança raptada, através de informações compartilhadas pela população via denúncias anônimas.
A criança foi encontrada em estado saudável e devolvida à família.

As acusadas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil de Coremas e depois para a Delegacia de Polícia Civil de Piancó.
A criança foi encontrada em estado saudável e devolvida à família.
De acordo com o capitão C. Lima, da Polícia Militar, a criança estava próxima a uma praça em Piancó. As suspeitas que levaram a criança foram embora em um táxi para Coremas. Após jogar as imagens  da criança e das acusadas, em grupos de WhatsApp, denunciaram o local onde elas moravam. 
As suspeitas alegaram que encontraram a criança sozinha e iriam procurar a polícia no dia seguinte.A polícia militar elogiou a atitude da população em colaborar com as investigações através de denúncias anônimas e ao evitar qualquer tipo de violência, como linchamentos.
Maria Leite Melo Eufrásio, 48 anos, e sua filha Tatiane Eufrásio Melo, 27, são suspeitas de raptar Maria Alice. de apenas 3 anos de idade.
A polícia militar elogiou a atitude da população em colaborar com as investigações através de denúncias anônimas e ao evitar qualquer tipo de violência, como linchamentos.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados