Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Paulo Câmara exalta parceria com parlamentares pernambucanos por obras estruturadoras

29/10/2019

/ por casinhas agreste
Conclusão da Barragem de Gatos; duplicação da BR- 104; e a recuperação da puta de pouso do Aeroporto Fernando de Noronha são as obras estruturadores garantidas via emendas impositivas
Estiveram presentes os deputados Felipe Carreras, Danilo Cabral e Tadeu Alencar (PSB), Augusto Coutinho (Solidariedade), Fernando Monteiro (PP), Wolney Queiroz (PDT) e Carlos Veras (PT)
Foto: Hélia Scheppa/SEI
JC Online

O governador do Estado, Paulo Câmara (PSB) esteve reunido com parte da bancada federal pernambucana, nesta segunda-feira (28), no Palácio do Campo das Princesas, em um gesto de agradecimento pela destinação de emendas impositivas para garantir três obras estruturadoras: conclusão da Barragem de Gatos; duplicação da BR- 104; e a recuperação da puta de pouso do Aeroporto Fernando de Noronha. Os projetos indicados pelo Governo somam cerca de R$ 57 milhões, mas o Estado deve receber mais de R$ 62 milhões proveniente de outras emendas individuais indicadas pelos parlamentares da base.
“A parceria com os nossos parlamentares é fundamental para avançarmos em obras que vão nos ajudar muito na prevenção, na Mata Sul, e garantir mais desenvolvimento, com uma infraestrutura cada vez melhor”, declarou Paulo Câmara. Para o deputado federal Felipe Carreras (PSB), que esteve presente na reunião junto com os correligionários Danilo Cabral e Tadeu Alencar, o formato impositivo das emendas é um “avanço popular”. “Quem ganha na ponta é o povo. E na medida que dá essa funcionalidade ao parlamentar, ele vai poder opinar para onde encaminhar para o seu estado e também colocar em áreas prioritárias”, afirmou. Também estiveram presentes outros deputados da base que entraram no consenso sobre a destinação dos recursos para atender o pleito do governo, como Augusto Coutinho (Solidariedade), Fernando Monteiro (PP), Wolney Queiroz (PDT) e Carlos Veras (PT).
No campo da oposição, o deputado Silvio Costa Filho (Republicanos) explicou que preferiu destinar suas emendas para socorrer os municípios. “Nós votamos a cessão onerosa e o estado de Pernambuco receberá mais de R$ 500 milhões até o final do ano. Pela primeira vez no governo Paulo Câmara, haverá um recurso extra, recurso novo. Então preferi destinar recursos para os municípios, que estão passam por uma dificuldade muito grande. Acredito que todos que não encaminharam para o Estado, independente de ser governo ou de oposição, se sentiram confortáveis por terem ajudado com esses recursos extraordinários”, declarou Costa Filho.
CPI
O vazamento de óleo no litoral do Nordeste também foi tratado na reunião com os parlamentares pernambucanos. De acordo com Paulo Câmara, é urgente a necessidade de limpeza dos estuários dos rios, locais de preservação e reprodução de vida marinha, que depende de autorização de órgãos federais. “Em Tamandaré, por exemplo, temos estuário do Rio Mamucabas. O óleo chegou até lá, mas não temos autorização do IBAMA para retirar. Temos condições de tirar esse óleo com equipamentos que já existem, mas precisamos dessas autorizações para não se cometer ou ser acusado de cometer algum tipo de dano ambiental maior”, alertou o gestor socialista.
Na última quarta-feira (23), o deputado federal João Campos (PSB) protocolou o pedido de abertura da Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) para investigar o vazamento de óleo nas praias nordestinas. O socialista conseguiu reunir mais de 250 assinaturas, dos 25 partidos que integram o Congresso Nacional. “A CPI depende de uma decisão política do presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ). Quanto mais tempo perdurar sem respostas, maior será a pressão sobre o presidente para abertura da CPI e a pressão do Congresso também vai aumentar”, avaliou o deputado Danilo Cabral.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados