Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Governadores da Amazônia Legal defendem uso do dinheiro do G7

27/08/2019

/ por casinhas agreste
O governador do Pará fez um apelo para que as ofertas sejam ampliadas
A Amazônia Legal é formada por nove Estados brasileiros: os sete da Região Norte, além de Mato Grosso e Maranhão
Foto: CARL DE SOUZA / AFP
Estadão Conteúdo
Antes da reunião com o presidente Jair Bolsonaro, governadores dos Estados que formam a Amazônia Legal defenderam aceitar recursos de outros países para combate ao incêndios florestais. O governador do Pará, Hélder Barbalho (MDB), fez um apelo para que as ofertas sejam ampliadas, além dos R$ 83 milhões já oferecidos pelo G7. Barbalho evitou entrar em polêmica com o governo federal e não se posicionou sobre recusar a oferta do grupo de países mais ricos do mundo - medida anunciada pelo Planalto na segunda-feira (26).

Bolsonaro condicionou nesta terça-feira (27) receber o dinheiro a uma retratação do presidente da França, Emmanuel Macron. Aliado do Planalto, o governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), disse que toda a ajuda é bem-vinda. Ele defendeu ampliação sobre quais áreas podem ser exploradas na região, seguida da regularização fundiária. "Assim fica claro quando se comete um crime ambiental", declarou Denarium.

Leia Também
Governo estuda veto a fogo em período seco na Amazônia
Bolsonaro se reúne com governadores da Amazônia Legal
Amazônia: Bolsonaro pode aceitar ajuda, mas quer que Macron 'retire insultos'
Países sul-americanos contrariam Brasil e sugerem 'pacto' global pela Amazônia
Congresso instala comissão para debater situação da Amazônia
Segundo o governador de Roraima, Bolsonaro não demorou para agir contra o incêndio. "Chegou o momento exato. Não é o maior incêndio florestal da nossa história. O que existe agora é cuidado maior do governo federal, aliado aos Estados", afirmou ele.



O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), disse que a região precisa dos recursos do G7. Ele defendeu ainda elaboração de uma "política permanente de combate ao desmatamento".

Amazônia Legal
A Floresta Amazônica, também conhecida como Amazônia, é a maior floresta tropical em biodiversidade do mundo. Ela cobre a maior parte da Bacia Amazônica da América do Sul, abrangendo cerca de 5,5 milhões de quilômetros quadrados. A floresta ocupa partes do território de nove países diferentes - 60% de sua área se encontra em território brasileiro.

A área delimitada da floresta no Brasil é denominada Amazônia Legal, a partir da definição da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), de 1966. A Amazônia Legal é formada por nove Estados brasileiros: os sete da Região Norte (Acre, Amapá, Amazonas, Pará Rondônia, Roraima, Tocantins), além de Mato Grosso e Maranhão.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados