Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Morre PM ferido em Pernambuco em assalto que gerou operação com oito mortos na Paraíba

19/07/2019

/ por casinhas agreste
O sargento Moacir Moreira estava internado no Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, desde que tinha sido atingido pelo disparo.


G1/Caruaru


Na troca de tiros, o soldado André Silva foi morto dentro da viatura. (Foto: Reprodução)
O policial militar que ficou ferido durante uma troca de tiros em Santa Cruz do Capibaribe, no dia 1º de julho, morreu na manhã desta sexta-feira (19). O sargento Moacir Moreira estava internado no Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, desde que tinha sido atingido pelo disparo.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do HRA informou que Moacir morreu "em decorrência de insuficiência respiratória grave, evoluindo para uma parada cardiorrespiratória sem resposta às manobras de reanimação".

Na troca de tiros, o soldado André Silva foi morto dentro da viatura. Nas imagens acima, é possível perceber o momento no qual os disparos de arma de fogo danificam uma parte da porta da viatura. O vídeo ainda mostra o sargento Moacir saindo do veículo.

Oito suspeitos de envolvimento nas mortes dos policiais foram mortos no dia 2 de julho após confronto com a polícia em Barra de São Miguel, no Agreste da Paraíba. Os suspeitos, que estavam foragidos desde a manhã do dia 1º, estavam escondidos em um matagal.

Entenda o caso

Os criminosos pararam em frente a um mercado no bairro Dona Lica. A ação foi rápida. Enquanto o motorista ficou do lado de fora, atirando em várias direções, os outros três criminosos entraram no estabelecimento para praticar um assalto.

Após o roubo, a PM foi acionada. Foi quando houve a perseguição e a troca de tiros. A ação ocorreu na Avenida Souza Aragão. Os policiais seguiram os bandidos até um conjunto residencial afastado da cidade.

Dezenas de disparos atingiram a viatura. O soldado André morreu no local, enquanto o sargento Moacir foi baleado e socorrido. Ele foi levado para o HRA.

Através de nota, o comandante-geral da Corporação, coronel Vanildo Maranhão, em nome de toda a tropa, se solidarizou com os familiares do policial militar morto no local do crime.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados