Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Morte de sargento pode ter ligação com atentado contra outro PM

22/01/2019

/ por casinhas agreste

Polícia não descarta ligação entre morte de Rochester Cavalcanti e tiroteio que deixou três feridos em Abreu e Lima

Redação OP9

A execução do terceiro sargento da Polícia Militar Rochester Cavalcanti Belém, de 42 anos, encontrado morto com um capuz na cabeça dentro de seu carro, no bairro da Guabiraba, na Zona Norte do Recife, pode estar relacionada à tentativa de assassinato contra outro policial militar, Joelson Ferreira da Silva, 22, baleado em um bar em Abreu e Lima. O sepultamento do corpo do sargento deverá acontecer nesta terça-feira (22), às 16h, no Cemitério Municipal do Paulista.


Para a polícia, nenhuma hipótese foi descartada. Através de perícia papiloscópica, será feito o confronto das digitais encontradas dentro do veículo do sargento com as digitais do próprio Rochester. O militar foi encontrado morto no banco de trás, o que seria um indício de que ele pode ter sido baleado em outro local, foi resgatado e deixado na Guabiraba. Segundo os peritos, pelas condições do cadáver, ele deve ter sido morto por volta de 0h.

As reais causas do crime só serão reveladas após a conclusão do inquérito. Dentro do veículo onde o corpo foi encontrado, além da arma do sargento, uma pistola .40, também foram achadas munições de outros calibres, incluindo espingarda calibre 12 e calibre 38. Porém, nenhum outro armamento foi localizado. O corpo do sargento foi encontrado dentro de um carro Golf, de cor branca, na manhã desta segunda (21), na BR-101, próximo à entrada da Compesa, mas nenhuma testemunha foi identificada para prestar maiores informações à polícia.


Corpo foi encontrado encapuzado no banco de trás de um carro estacionado na BR-101, próximo a entrada da Compesa. Foto: Facebook/Reprodução


Por sua vez, Joelson foi baleado ainda na noite do domingo (20), enquanto bebia com amigos num bar em Caetés, Abreu e Lima. Suspeitos teriam descido de um carro já atirando. O militar foi atingido nas costas e na barriga e foi socorrido para o Hospital Miguel Arraes (HMA), no Paulista. Ele está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), e o estado de saúde é considerado grave. Um amigo do militar, Daniel Silva de Queiroz, 22, foi alvejado na coxa esquerda e no pé direito. Além deles, um homem chamado Rodrigo dos Santos, 29, que estava na mesa ao lado, também foi baleado. Nenhum dos três teve condições de prestar depoimento devido à gravidade dos ferimentos.

As investigações iniciais sobre o caso do sargento ficaram sob os cuidados do delegado Francisco Océlio, mas serão aprofundadas pela delegada Patrícia Domingos. A tentativa de assassinato contra Joelson está sob responsabilidade do delegado Antônio Campos.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados