Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

RELEMBRE: Homem esquartejado e teve cabeça e coração espetados em uma estaca era processado por abusar sexualmente da filha


Informações Portal Casinhas Agreste, Correio do Agreste e JC online

André Olegário da Silva teve o corpo esquartejado em várias partes que foram espalhadas em um terreno (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

O agricultor André Olegário de Oliveira, de 34 anos, que teve o corpo esquartejado, no Sítio Salvador, zona rural de Vertente do Lério, respondia a ação penal na 2.ª Vara da Comarca de Surubim, por abusar sexualmente de uma filha, menor de idade, que hoje tem 13 anos. Ele foi denunciado no último mês de agosto pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) por estupro de vulnerável. A Polícia Civil investiga se o crime contra a adolescente teria motivado o assassinato, executado com requintes de crueldade.
Relembre o caso

A esposa do agricultor, que não teve o nome revelado, informou que André foi arrastado de casa por quatro homens encapuzados. O corpo dele foi encontrado na manhã deste domingo (21), em um terreno, com vários membros espalhados na área. Os braços estavam em locais separados, a cabeça foi fincada em uma estaca e o coração colocado ao lado dela, preso em uma cerca de arame farpado.
Corpo de agricultor esquartejado é encontrado em sítio no Agreste
Segundo a polícia, o agricultor foi levado de sua residência, sob forte ameaça, por quatro homens encapuzados

Caso ocorreu na zona rural de Vertente do Lério

JC Online

A vítima estava sem os braços, sua cabeça foi presa em uma estaca e suas pernas retalhadas. Além disso, o peito do homem estava rasgado, pois o assassinos haviam tirado seu coração e colocado ele em uma cerca. 

Investigação
À TV Jornal Interior, o delegado Paulo Roberto afirmou que a vítima era suspeita de estuprar sua própria filha, uma adolescente de 13 anos. O fato pode ter relação com o crime. Ainda segundo o delegado, as investigações sobre o bárbaro crime estão muito avançadas, mas é preciso de ajuda da população para identificar e prender rapidamente os criminosos.
Ainda não há suspeitos do homicídio. O cadáver foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru. A Delegacia de Polícia Civil de Vertente do Lério já abriu inquérito para investigar o caso.








Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados