Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Governadores do Nordeste divulgam carta contra a privatização da Eletrobras

Em carta, governadores criticam privatização da Eletrobras e cobram diálogo
Durante encontro em Pernambuco, governadores do Nordeste cobraram diálogo do governo federal
Governadores se reuniram no Palácio do Campo das Princesas
Filipe Jordão / JC Imagem
Da Editoria de Política

Os governadores da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte divulgaram uma carta cberta intitulada "Em defesa do Federalismo e do Rio São Francisco", nesta sexta-feira (18). No documento, o grupo, reunido em Pernambuco, reivindica um maior apoio por parte do governo de Michel Temer (MDB) para o Nordeste e se declara contrário à privatização da Eletrobras.

"É uma carta em favor do Nordeste e do Brasil também. Uma carta que coloca pontos fundamentais de atenção no âmbito federativo, pois queremos discutir, mais diálogo e mais condições de sentar na mesa. As questões que atingem a população, afligem os governadores de todos os estados brasileiros.", afirma o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).
NORDESTE
Em entrevista após o encontro, Paulo classificou o Nordeste como uma região penalizada. "Os governadores do Nordeste querem ajudar o País, o Nordeste é uma região que fez seu dever de casa, que tem sido penalizado nos últimos anos pela ausência de crédito, todos os nossos estados são pouco endividados e não têm acesso a crédito para fazer investimentos, para concluir obras, para gerar emprego e renda no momento que o Brasil passa por sua maior crise de toda sua história."

Na carta, os governadores criticam a "adoção de manobras regimentais para encurtar" o debate sobre a privatização da Eletrobras. "No nosso entendimento, o que vai acontecer é a privatização do Rio São Francisco, da vazão da água, e isso vai afetar milhares de famílias nordestinas que têm hoje, com a conclusão da obra do canal de transposição do São Francisco, um ativo importante para o abastecimento de água e ao mesmo tempo para a dos projetos irrigados", destacou Paulo Câmara.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados