Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Santa Cruz cresce no segundo tempo, vira sobre CRB e é novo líder do grupo no Nordestão


Com gols de Héricles e Robinho, Tricolor vence duelo por 2 a 1
 Daniel Leal /Diario de Pernambuco

Ricardo Fernandes/DP
Héricles foi autor do primeiro gol, que iniciou retomada do Santa Cruz na partida no Arruda
Foram dois tempos de extremos do Santa Cruz na noite desta terça-feira, no Arruda. Após sair derrotado em um primeiro tempo em que foi engolido pelo CRB, a equipe coral voltou para a etapa final com outra postura. Com os ajustes feitos pelo técnico Júnior Rocha, o Tricolor se encontrou na partida. Dominou a equipe alagoana, virou o jogo com propriedade e venceu a partida por 2 a 1, com gols de Héricles e Robinho. O gol do Galo foi marcado por Edson Ratinho.

Com o resultado, o Santa Cruz passou o próprio CRB e assumiu a liderança do Grupo A da Copa do Nordeste com sete pontos - um a mais que o rival. Foi a quinta partida sem derrotas da equipe coral - que soma três vitórias e dois empates na sequência que mantém em plena evolução. O Tricolor volta a campo agora no próximo domingo, quando recebe no Arruda a equipe do Pesqueira, pelo Campeonato Pernambucano. 
O jogo
O CRB foi amplamente superior ao Santa Cruz no primeiro tempo. Com uma postura diferente das últimas partidas, a equipe coral esteve passiva em campo. Fora de sintonia com o jogo. Sem Arthur Rezende, vetado com uma lesão na coxa, Daniel Sobralense voltou a ganhar oportunidade na equipe. Ora meia de criação, ora atacante, não conseguiu dar a dinâmica que a equipe precisava. Engolido pelo adversário, a equipe tricolor viu a defesa - que vinha em boa evolução - bater cabeça. Pouco se pode aproveitar dos 46 minutos inciais do Santa na partida.

Aos chances da equipe alagoana foram se acumulando. Marcando com eficiência e aproveitando as falhas do Santa Cruz, o CRB assustou para valer pela primeira vez aos 11 minutos. Neto Baiano aproveitou falha de Genílson, arrancou pela direita e deu na medida para Williams finalizar com extremo perigo para fora. Aos 26, Williams arrancou, tinha a opção de devolver a gentileza que recebera para Neto Baiano, mas bateu em gol e perdeu boa oportunidade.














Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados